Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Rio Grande do Sul
Mulher de 112 anos se tornou a vítima mais idosa a morrer por causa do coronavírus no RS
Recorde anterior era o de duas anciãs de 108 anos.
O Sul
por  O Sul
13/01/2021 20:57 – atualizado há 28 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

Divulgado nesta quarta-feira (13), o mais recente boletim da Secretaria Estadual da Saúde (SES) ampliou para 490.980 o somatório de testes positivos de coronavírus em dez meses de pandemia no Rio Grande do Sul. Já as perdas humanas totalizam 9.699 (2%). A estatística foi atualizada com o acréscimo de 5.250 casos confirmados e 80 óbitos, incluindo uma mulher de 112 anos, residente em Porto Alegre. Trata-se do gaúcho mais idoso a falecer por Covid.

O recorde anterior era o de duas anciãs de 108 anos, ambas na Região Noroeste mas em momentos e locais diferentes. O primeiro caso correu em junho, com o óbito de uma interna que vivia em um lar de idosos na cidade de Santo Ângelo. Já o segundo aconteceu em novembro, no município de Água Santa.

Do total de infectados gaúchos até agora, 464.971 (95%) já se recuperaram da doença, que desde outubro atinge todos os 497 municípios gaúchos. E no que se refere aos casos em andamento, o contingente de indivíduos em quarentena doméstica (com ou sem sintomas) ou internação hospitalar é de 16.258 (3%).

Caso se mantenha o ritmo de notificações verificado nas últimas semanas, o Rio Grande do Sul deve cruzar a linha de 500 mil testes positivos de coronavírus já nesta semana, ao passo que os óbitos por Covid podem chegar a 10 mil antes do fim do mês.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...