Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cidade
Erechim poderá ter Censo Animal
Vereador Romildo Protetor informou que programa poderá iniciar no segundo semestre de 2021.
Leandro Vesoloski
por  Leandro Vesoloski
04/02/2021 13:22 – atualizado há 43 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

Pela primeira vez na história de Erechim um vereador foi eleito concorrendo como representante da causa animal. Romildo Protetor (MDB) garantiu a primeira suplência pelo MDB e assumiu uma cadeira na Câmara de Vereadores de Erechim quando Mario Rossi foi guindado para a Secretaria de Obras do Município. Romildo protetor é médico veterinário e servidor público municipal.

O vereador disse em entrevista ao vivo ao Portal AU Online que um de seus projetos é a realização do Censo Animal. Romildo esclareceu que não há dados específicos sobre o número de cães que vagueiam pelas ruas de Erechim.

“Temos muitos animais errantes pelas ruas, mas muitos deles não são abandonados. São animais de proprietários que não tem a consciência de que deveriam estar dentro de seus pátios e ter o conforto de um lar”, explicou o vereador.

Para Romildo Protetor algumas pessoas não tem a consciência de que um animal solto na rua pode provocar um acidente ou ainda atacar alguém. O vereador explicou que o recolhimento de animais de rua é uma prática que não terá sucesso se não vier com políticas públicas adequadas.

Sobre a Unidade de Referência Animal (URA) que foi criada em 2015, o vereador Romildo informou que o objetivo da URA é o controle populacional e que os trabalhos foram significativamente reduzidos nos últimos anos. “Agora está sendo reformulado o projeto que vai aumentar o número de castrações. O trabalho da URA é e sempre será o controle populacional”. O vereador esclareceu que a Unidade de Referência Animal não faz atendimentos clínicos ou cirurgias eletivas.

Segundo o vereador, a URA prioriza os atendimentos a pessoas em vulnerabilidade social e que são atendidas por algum programa social do governo como bolsa família, minha casa minha vida ou famílias de baixa renda.

Romildo explicou quais os benefícios do Censo Animal e informou como ele funcionaria. “O senso animal vai nos proporcionar saber onde tem o maior número de descarte de animais e não vai trabalhar somente com números de animais de rua, mas também com animais que os proprietários tem em suas casas, além de apontar quantos são castrados”.

O vereador disse que o Censo Animal seria realizado por agentes de combate a endemias e agentes comunitários de saúde que fazem visitas periódicas nas residências do município”.

Romildo informou que o programa deve ser implementado em conjunto com a secretaria de meio ambiente, secretaria de saúde e vigilância sanitária e tem previsão de iniciar no segundo semestre.

Assista a Entrevista do Vereador Romildo Protetor ao Portal AU Online


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...