Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Foto: Marcello Casal Jr. / Agência Brasil / CP
Economia
Juros do cartão em janeiro têm quarta alta mensal seguida, diz Banco Central
Em média, bancos cobraram 329,3% ao ano no mês passado no rotativo, fazendo com que dívida aumente quatro vezes em um ano.
Correio do Povo
por  Correio do Povo
25/02/2021 10:21 – atualizado há 8 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

A taxa de juros do cartão de crédito teve a quarta alta mensal seguida, chegando a 329,3% ao ano em janeiro. O cheque especial também acelerou, pelo terceiro mês consecutivo, e custava 119,6% ao ano no mês passado. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira pelo Banco Central. Esses percentuais são as médias de juros cobrados pelos bancos dos clientes que tomam dinheiro emprestado nas duas modalidades, as mais caras do mercado.

No caso do cheque especial, uma dívida de R$ 1 mil tomada em janeiro de 2021 vai se tornar, de forma hipotética, um saldo devedor de R$ 2.196 com a taxa média praticada pelos bancos brasileiros.

Já no caso do cartão de crédito, a dor de cabeça fica ainda maior com os juros praticados pelas instituições financeiras. A mesma dívida de R$ 1.000 vai saltar para R$ 4.293 dentro de um ano. Portanto, a dívida vai mais do que quadruplicar em 12 meses.

Empréstimo mais barato

O crédito consignado, aquele que tem desconto na folha de pagamento do funcionário, é uma das linhas de empréstimo mais baratas do mercado e se apresenta como alternativa para o cheque especial e o cartão de crédito.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...