Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Divulgação
Santa Catarina
Chapecó decreta Estado de Calamidade Pública diante do recorde de mortes por Covid-19
Foram 15 mortes em decorrência da Covid-19 acrescentadas ao boletim deste sábado.. Decreto foi publicado no início da noite.
ClicRDC
por  ClicRDC
27/02/2021 19:41 – atualizado há 18 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

Chapecó decretou Estado de Calamidade Pública para enfrentamento da pandemia da Covid-19. O Decreto Municipal N° 40.320 foi publicado na última quinta-feira (25). Segundo a Administração Municipal, a decisão foi tomada para facilitar as tomadas de decisão de enfrentamento ao colapso da saúde no município. As novas regras informadas neste sábado (27), pelo prefeito João Rodrigues, que entram em vigor no domingo (28), continuam a valer em Chapecó.

Segundo o Decreto, fica declarado estado de calamidade pública para todos os fins de direito no Município de Chapecó. Conforme a medida, aos órgãos e entidades da Administração Municipal é autorizada a adoção de medidas administrativas necessárias à imediata resposta por parte do Poder Executivo ao enfrentamento da pandemia da Covid-19. 

Foram 15 mortes em decorrência da Covid-19 acrescentadas ao boletim deste sábado.

Durante a live, o diretor do Hospital Regional do Oeste, Osmar Arcanjo, disse que “foram as piores 24h no período Covid-19”. Além disso, ele citou:

  • Hoje são 140 pacientes com covid-19 internados, destes 119 estão com cuidados de UTI – porém só existem 62 leitos UTI Covid-19 ativos;
  • 57 pacientes com cuidados de UTI, porém em outros setores, em enfermaria;
  • Ontem da meia noite de quinta pra meia noite de sexta, foram 16 óbitos no HRO. 8 outras causas e 8 covid-19.
  • Fevereiro teve recorde histórico de mortes no hospital – 150 óbitos no Hospital Regional do Oeste;
  • Quatro óbitos Covid-19 ocorreram ontem dentro da UPA;
  • 31 crianças nasceram nas últimas 24 horas. Inclusive trigêmeos, que estão na neonatal, mas sem covid-19 e estão bem;
  • Uma equipe contratada pelo HRO deve montar 28 leitos de UTI, até a próxima sexta-feira (5);
  • Outras UTIS: 12 de geral, 8 neonatal, 2 em pediátrica;

UPA atenderá exclusivamente Covid-19

João Rodrigues também anunciou que a UPA, localizada no bairro Presidente Médici, passa a atender exclusivamente casos relacionados ao coronavírus. Já o Pronto Atendimento da Efapi, passa a atender apenas outros casos, outras doenças.

Ainda em relação à UPA, o prefeito confirmou que 20 leitos de UTI Covid serão montados na UPA na próxima semana.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...