Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Agro
Mulheres no cooperativismo: cresce a participação em SC
O relatório aponta que, em 2020, a participação feminina no sistema cooperativista representou 40,55%.
Assessoria de Comunicação Interna Sistema OCESC
por  Assessoria de Comunicação Interna Sistema OCESC
10/03/2021 16:52 – atualizado há 55 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

Lugar de mulher é onde ela quiser. Principalmente, no cooperativismo. No mês das mulheres, o levantamento anual realizado pela Organização das Cooperativas do Estado de Santa Catarina (OCESC) aponta a expressiva participação da classe feminina no cooperativismo estadual e seu significativo crescimento. O total de associados das 251 cooperativas registradas ao Sistema OCESC é de 3.021.094 catarinenses. Desse número, 1.225.108 são mulheres.

O relatório aponta que, em 2020, a participação feminina no sistema cooperativista representou 40,55%. As mulheres estão presentes nos sete diferentes ramos, sendo que o de consumo concentra a maior parcela de participação, com 51,11% do seu quadro social. Os ramos saúde (45,05%) e crédito (42,41%) ocupam a segunda e terceira colocação em número de mulheres cooperadas.

O público feminino tem participação efetiva em todas as atividades das cooperativas, seja nas assembleias, nos cursos, treinamentos, dias de campo, comitês educativos, grupos de trabalho em geral e, inclusive, em cargos de gestão. Esse envolvimento garante ainda mais qualidade em todos os processos dentro da cooperativa, uma vez que a mulher, geralmente, é mais detalhista e perfeccionista na execução das tarefas.

“O sexo feminino eleva a qualidade de relacionamento dentro das cooperativas. Elas são objetivas e sabem o que querem. A grande maioria, segue à risca os princípios cooperativistas, facilitando a disseminação dos conceitos para outros públicos. Elas, literalmente, vestem a camisa de suas cooperativas”, opina o presidente do Sistema OCESC, Luiz Vicente Suzin.

Encontro Estadual de Mulheres Cooperativistas (Crédito: Arquivo Sistema OCESC)

FORTALECIMENTO

Como forma de valorização das mulheres, o Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo em Santa Catarina (SESCOOP/SC) promove o Programa Mulheres Cooperativistas, destinado às cooperadas, esposas, filhas de cooperados e colaboradoras de cooperativas de qualquer ramo de atividade no Estado. O objetivo é oferecer capacitação cooperativista buscando conscientizar, preparar e organizar as mulheres para atuarem de forma comprometida e participativa no quadro social das cooperativas.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...