Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Divulgação
Cidade
Reforço na prevenção: AMAU recebe novo lote de álcool etílico 70%
Os 1.640 litros do insumo estão sendo distribuídos às secretarias de Saúde da região
Salus Loch/Assessoria AMAU
por  Salus Loch/Assessoria AMAU
17/03/2021 18:40 – atualizado há 1 mês
Continua depois da publicidadePublicidade
Assessoria

O Comitê Regional de Atenção ao Coronavírus da AMAU – Associação de Municípios do Alto Uruguai vem implementando, desde março de 2020, ações articuladas, integradas e regionalizadas no propósito de enfrentar a epidemia do novo coronavírus na Região 16.

Nesta terça-feira, 16, começou a ser distribuído a todas as Secretarias de Saúde mais um lote de álcool etílico 70%, num quantitativo de 1.640 litros (5º lote), que foram produzidos em parceria com a Universidade Federal Fronteira Sul, Olfar, Bebidas Koller, Defesa Civil/Força Voluntária e Z Brasil.

Assessoria

A produção a nível local e em grande quantidade foi possível tendo em vista a constituição do Fundo de Reserva de Enfrentamento a Covid 19, com recursos oriundos do Poder Judiciário, através das Comarcas de Erechim, Gaurama e São Valentim, tem por finalidade dar suporte as ações e estratégias de combate da Covid-19, no âmbito da R16.

Assessoria

O comitê regional já repassou para os municípios alvo de monitoramento diversos equipamentos e insumos como máscaras de proteção individual, testes rápidos, álcool glicerinado a 80% e etílico a 70%, termômetros infravermelho, cobertores (reserva indígena), recursos financeiros aos hospitais com alas Covid, para aquisição e confecção de EPIs, e está viabilizando a compra de testes de antígeno. “Estamos trabalhando com um olhar regionalizado para obtermos uma resposta mais rápida ao combate ao novo coronavírus”, pontua o presidente da AMAU e prefeito de Erechim, Paulo Polis.

Para Jackson Arpini, integrante do comitê regional, as ações seguem na direção da abordagem regional. Conforme Arpini, com o início do processo de imunização, é necessário aliar prevenção e imunização, duas relevantes ferramentas de enfrentamento da Covid, dada a situação regional.

A produção a nível local e em parcerias, além de suprir a demanda da região, possibilita a aquisição de equipamentos e insumos priorizando o princípio da economicidade, importante nesse momento de gastos elevados.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...