Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Política
TCU vai investigar os gastos realizados pelas Forças Armadas com alimentos e bebidas
A Corte que assessora o Congresso acatou representação feita por deputados do PSB
O Sul
por  O Sul
18/03/2021 08:54 – atualizado há 52 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

O TCU vai investigar os gastos realizados pelas Forças Armadas com alimentos e bebidas. A Corte que assessora o Congresso acatou representação feita por deputados do PSB, a partir de levantamento realizado pela própria legenda no Painel de Preços do Ministério da Economia. A pesquisa identificou uma série de compras de itens nobres, como picanha e cervejas especiais, com preços acima dos praticados pelo mercado.

Foto: Agência Brasil

Os Comandos das Forças Armadas iniciaram e concluíram processos de compras de 80.016 unidades de cerveja e de 714.700 quilos de carne bovina do tipo picanha, itens que, associados, revelam falta de zelo e responsabilidade com o dinheiro público”, diz a representação dos parlamentares.

Uma reportagem publicada em fevereiro pelo O Estado de S.Paulo mostrou que o cardápio de itens de luxo consumidos pelas Forças Armadas é mais amplo. Os dados oficiais revelam que o consumo também incluiu, no ano passado, milhares de quilos de lombo de bacalhau, garrafas de uísque 12 anos e de conhaque.

O deputado Elias Vaz de Andrade (PSB-GO), um dos autores da representação, disse que a decisão do TCU “é o reconhecimento de que há realmente irregularidades graves” nesses processos de compra.

“Diferença”

O Ministério da Defesa nega irregularidades e afirma que “existe sempre uma significativa diferença entre processos de licitação e a compra efetivamente realizada, cuja efetiva aquisição é concretizada conforme a real necessidade da administração”. “É imprescindível que se faça essa segmentação adequada, quando se faz a totalização dos valores.”

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...