Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Leandro Vesoloski
Segurança
Polícia Civil deflagra operação para desarticular organização criminosa na cidade de Erechim e região
Na ação foram cumpridas 14 ordens judiciais expedidas pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Erechim, sendo 05 mandados de prisão preventiva e 08 mandados de busca e apreensão
Central de Conteúdo/AU Online
por  Central de Conteúdo/AU Online
01/04/2021 13:25 – atualizado há 13 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

Na manhã desta quinta-feira (01), a Polícia Civil da 11ª Região Policial, deflagrou a operação SEGUNDO COMANDO, com o objetivo de desarticular a cúpula de uma organização criminosa que atua no tráfico de drogas e em outros delitos na cidade de Erechim e região.

Na ação foram cumpridas 14 ordens judiciais expedidas pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Erechim, sendo 05 mandados de prisão preventiva e 08 mandados de busca e apreensão. Foram aprendidos aproximadamente, 1kg e 300 gramas de cocaína, 1 kg de crack, 920 gramas de maconha, mais de 30 mil reais em dinheiro, uma espingarda calibre .12 semi-automática, uma pistola .380, um revólver.38, munições de diversos calibres, toucas ninjas, além de outros objetos relacionados ao tráfico de drogas. No total, foram presos 06 indivíduos (05 prisões preventivas e uma em flagrante).

Cão Hunter da Polícia Civil participou da operação

Conforme o delegado Gustavo Ceccon, coordenador da operação, a investigação da DRACO identificou os indivíduos que assumiram a liderança de uma facção criminosa que age principalmente na região de Erechim, depois da transferência de um dos seus líderes para um presídio federal, inclusive essa é a razão do nome da operação (SEGUNDO COMANDO). O grupo preso em Erechim era responsável pela distribuição da droga para todos os pontos de venda, administração das armas de fogo, a arrecadação do dinheiro e a contabilidade da facção. A organização criminosa atualmente é liderada por um preso detido no presídio estadual de Montenegro.

Delegado Gustavo Ceccon - Foto: Leandro Vesoloski

Participaram da operação 40 policiais civis da 11ª Região Policial.

Após os trâmites legais na delegacia de polícia, os presos foram encaminhados ao sistema prisional onde permanecerão à disposição da Justiça.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...