Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Economia
Site Peça Legal completa três meses com aumento de 36% nas vendas dos Centros de Desmanche de Veículos
Mesmo com o atual cenário crítico de pandemia, nesses três meses, mais de 415,1 mil peças foram comercializadas.
Assessoria Gov/RS
por  Assessoria Gov/RS
05/04/2021 22:08 – atualizado há 1 minuto
Continua depois da publicidadePublicidade

O site Peça Legal RS, que possibilita a consulta de peças usadas disponíveis para compra nos Centros de Desmanche de Veículos (CDVs) credenciados ao DetranRS, teve 17,5 mil acessos desde o lançamento, em 4 de janeiro. Mesmo com o atual cenário crítico de pandemia, nesses três meses, mais de 415,1 mil peças foram comercializadas. Em comparação com o mesmo período do ano passado, quando houve negociação de 305,2 mil, o aumento nas vendas foi de 36%.

Disponível no endereço www.detran.rs.gov.br/pecalegal, a ferramenta é prática para quem procura peças veiculares usadas ou seminovas que respeitam critérios técnicos de segurança e normas ambientais para a sua seleção e com garantia de procedência lícita.

O site permite a busca por tipo de veículo (carros, motos, caminhões, ônibus e outros), pelo nome da peça e também pelo modelo de veículo. Pode ser utilizado não só por profissionais de oficinas mecânicas e de chapeação e pintura, mas também por proprietários ou simplesmente pessoas que se interessam por veículos. Ao localizar no site a peça procurada, basta entrar em contato com o CDV que dispõe do item para efetivar a compra.

Divulgação

Todo o estoque comercializado pelos centros de desmanches credenciados ao DetranRS é confiável e com opções mais baratas em relação às peças novas. Isso permite que o consumidor gaste menos, sem descuidar da qualidade e da segurança veicular.

O diretor-geral do DetranRS, Enio Bacci, destaca que com programas assim, toda a sociedade ganha. “Trazer os desmanches veiculares para a legalidade, muito mais do que aumentar a arrecadação do Estado com recolhimento de impostos e tributos que podem ser revertidos à população gaúcha, impacta positivamente nos indicadores da Segurança Pública. Quem compra peças usadas nos CDVs legalizados contribui diretamente para a queda dos índices de furto e roubo de veículos com fins de desmanche, pois as peças disponíveis têm origem lícita comprovada”, afirma.

Operação Desmanche

Outra política pública com impacto direto no combate à criminalidade é a Força-Tarefa Desmanches, que, além do DetranRS, integra o trabalho de Brigada Militar (BM), Polícia Civil (PC), Corpo de Bombeiros Militar (CBMRS) e Instituto-Geral de Perícias (IGP). Criada em 2016 e ampliada ao longo dos anos, a Operação Desmanche aprimorou o combate à receptação e ao desmonte de veículos roubados, impedindo que estabelecimentos irregulares ou que vendam peças sem origem identificada continuem em funcionamento. Até hoje, a ofensiva já teve 96 edições, visitou 53 municípios, realizou 73 prisões, interditou 144 estabelecimentos e apreendeu 7,4 mil toneladas de sucata e peças sem procedência confirmada.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...