Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Marcelo Casal Jr/Agência Brasil
Santa Catarina
Prefeitura de Chapecó divulga ações que provocaram queda drástica nos casos ativos da Covid-19
Mesmo com o atual número de casos ativos, ocupação da UTI pública e privada registra 100% em Chapecó.
ClicRDC
por  ClicRDC
06/04/2021 10:21 – atualizado há 56 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

Nesta segunda-feira (05), Chapecó registrou 392 casos ativos da Covid-19 e 193 pessoas internadas no município pela doença. Comparado ao início de março, onde Chapecó registrou 338 pessoas internadas (dia 8) e 5.555 casos ativos do coronavírus (dia 4), os números atuais mostram uma redução no contágio da doença. Mesmo com o atual dado apresentado pela Administração Municipal, a taxa de ocupação das UTI’s Covid Pública (HRO) e Privada (Hospital Unimed) registraram 100% nesta segunda-feira.

Segundo a Administração Municipal, a redução dos casos ativos se deve a uma série de medidas:

  • • A ampliação da rede de atendimento, com o novo ambulatório;
  • • Tratamento imediato, que foi ofertado por um período nos postos de saúde;
  • • Contratação de 150 profissionais de saúde para atendimento;
  • • Abertura do Centro de Eventos para auxiliar na luta contra a doença;
  • • Testagem em massa;
  • • Medidas restritivas;
  • • Fiscalização.

“Com essas medidas foi reduzido o contágio e o número de consultas, que passou de 1,5 mil, para 170 em média”, explicou a Administração Municipal sobre as medidas adotadas por Chapecó.

Conforme a prefeitura, o baixo número de casos ativos não se deve à falta de testagem. O município informou que 75% das pessoas que fazem a consulta pela Covid-19 em Chapecó são testadas na hora. Segundo a prefeitura, atualmente, o percentual de positivos está abaixo de 30%.

Ambulatório do Centro é desativado em Chapecó

Internações e Ocupação das UTI’s em 100%

Atualmente Chapecó possui 125 leitos de Unidade de Terapia Intensiva Covid (UTI COVID). Deste número, 103 estão no Hospital Regional do Oeste (HRO), que atende a rede pública, e 22 no Hospital Unimed, para a rede privada. Também nesta segunda-feira, Chapecó divulgou que a porcentagem de ocupação dos leitos de UTI no HRO e Hospital Unimed está em 100%.

O município ainda informou que das 103 pessoas internadas na UTI do HRO, 55 são moradores de Chapecó, ou seja mais de 50% das UTI’s da rede pública estão ocupadas por chapecoenses.

Também a prefeitura confirmou que não tinha vaga, mas também não tinha fila de espera para UTI nos hospitais da cidade.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...