Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Ricardo Giusti/AU/Divulgação
Rio Grande do Sul
Leite pretende liberar atividades econômicas nos sete dias da semana no RS
Medida depende de reunião do gabinete de crise marcada para sexta
Rádio Guaíba
por  Rádio Guaíba
07/04/2021 21:37 – atualizado há 25 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

Após reunião com o prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo, o governador gaúcho Eduardo Leite sinalizou que pretende liberar o funcionamento das atividades econômicas nos sete dias da semana. A afirmação ocorreu durante coletiva de imprensa depois do encontro realizado no Paço Municipal, na tarde desta quarta-feira.

De acordo com o governador, a decisão só vai ser anunciada após uma avaliação do gabinete de crise, responsável por analisar e definir semanalmente as ações de enfrentamento da pandemia no Rio Grande do Sul. Leite também afirmou que a reunião com Melo era de cortesia, uma vez que o prefeito Sebastião Melo tomou posse, nessa terça, como presidente da Granpal (Consórcio dos Municípios da Região Metropolitana). O governador ainda mencionou que “devia uma visita ao chefe do executivo municipal, que já havia ido algumas vezes ao Palácio Piratini“.

Durante a reunião, o governador também convidou os quadros técnicos da prefeitura a participarem da reunião desta semana do gabinete de crise, na sexta. De acordo com o prefeito Sebastião Melo, o chamado vai ser atendido.

“Nossa fiscalização é centralizada também. Isso é um compromisso nosso. Nós também estamos defendendo que os restaurantes pudessem funcionar até às 22h e que outras atividades, como academias, feiras livres, buffets pudessem voltar sob os devidos protocolos sanitários. Então, nós vamos participar, a partir de amanhã, dos quadros técnicos do comitê, para podermos também participar do debate e, depois, sob a liderança do governador, decidir um processo de cogestão”, relatou o prefeito, que apresentou os protocolos de funcionamento das atividades nos sete dias da semana ao governador.

Ainda nesta quarta, mais cedo, em entrevista ao programa Esfera Pública, da Rádio Guaíba, o prefeito da capital já havia afirmado a intenção de respeitar o que venha a ser definido pelo comitê técnico de Distanciamento Controlado, contanto que a decisão seja conversada.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...