Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Tech
Instagram avalia possibilidade de usuários esconderem "curtidas"
Se o experimento for bem-sucedido, a medida pode ser permanente
Correio do Povo
por  Correio do Povo
14/04/2021 22:11 – atualizado há 1 mês
Continua depois da publicidadePublicidade

O Instagram anunciou nesta quarta-feira (14) que está analisando permitir que os usuários ocultem o contador "Curtir", para aliviar a pressão sobre as pessoas que buscam a aprovação de outras. Se o experimento for bem-sucedido, a medida pode ser permanente e até mesmo estendida ao seu proprietário, o Facebook.

"Em 2019, começamos a ocultar a contagem de 'curtidas' entre um pequeno grupo de pessoas para determinar se isso aliviava a pressão das postagens no Instagram", disse um porta-voz do Facebook à AFP. "Algumas pessoas acharam benéfico, mas outras queriam ver o contador de 'Curtidas' para rastrear os mais populares".

Instagram analisa permitir que os usuários ocultem o contador "Curtir" | Foto: Lionel Bonaventure / AFP / CP

A contabilização de "curtidas" em postagens de mídia social pode ser visto como um sinal de status ou riqueza, levantando questões de saúde mental. Especialistas dizem que a busca insaciável por "likes" pode ser viciante e ter efeitos devastadores, especialmente para os mais jovens.

Em seu experimento, o Instagram permite que um pequeno número de usuários ao redor do mundo decida se querem ou não mostrar o contador "Curtidas" em suas postagens ou vê-lo em conteúdo compartilhado por outras pessoas. "Estamos fazendo esse teste no Instagram para começar, mas também estamos explorando fazer algo semelhante no Facebook", disse o porta-voz.

O Facebook disse que tem trabalhado com especialistas para entender como ajustes de design - como o que está sendo testado no Instagram - podem ajudar no bem-estar dos usuários, dando-lhes controle sobre como desejam interagir com o serviço.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...