Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Mundo
Submarino indonésio é encontrado com todos os 53 tripulantes mortos
As equipes de resgate encontraram novos objetos, incluindo um colete salva-vidas, que acreditam pertencer ao KRI Nanggala-402.
O sul
por  O sul
25/04/2021 14:26 – atualizado há 23 dias
Continua depois da publicidadePublicidade

O submarino indonésio que estava desaparecido foi encontrado, dividido em pelo menos três partes, nas profundezas do mar de Bali, disseram oficiais do exército e da marinha no domingo (24), enquanto o presidente enviava condolências aos parentes dos 53 tripulantes.

As equipes de resgate encontraram novos objetos, incluindo um colete salva-vidas, que acreditam pertencer ao KRI Nanggala-402, submarino de 44 anos que perdeu o contato na quarta-feira (21) enquanto se preparava para conduzir uma simulação de torpedo.

“Com base nas evidências, pode-se afirmar que o KRI Nanggala afundou e todos os seus tripulantes morreram”, disse o chefe militar marechal Hadi Tjahjanto a repórteres.

O chefe do Estado-Maior da Marinha, Yudo Margono, disse que a tripulação não foi culpada pelo acidente. “O KRI Nanggala ficou dividido em três partes. O casco, a popa e as partes principais estão todas separadas, com rachaduras”, disse.

O presidente Joko Widodo confirmou anteriormente a descoberta no Mar de Bali e enviou condolências às famílias das vítimas. “Todos nós, indonésios, expressamos nossa profunda tristeza por essa tragédia, especialmente às famílias da tripulação do submarino.”

Equipes de busca disseram no sábado que encontraram objetos, incluindo fragmentos de um tapete de oração e uma garrafa de lubrificante para periscópio perto da última localização conhecida do submarino, levando a Marinha a acreditar que o veículo havia rachado.

Margono disse no sábado que uma varredura de sonar detectou um objeto semelhante a um submarino a 850 metros (2.790 pés), além do alcance de mergulho do Nanggala.

Mais de uma dúzia de helicópteros e navios estão fazendo buscas na área onde o contato foi perdido, com ajuda dos Estados Unidos, Austrália, Cingapura, Malásia e Índia.

Moradores da cidade de Banyuwangi, no leste de Java, que abriga a base naval de onde as operações de busca e resgate estão sendo conduzidas, aderiram aos apelos nacionais para acelerar a modernização das forças de defesa da Indonésia.

“Este pode ser um ponto de aprendizagem para o governo avançar sua tecnologia militar e ter cuidado em como usar sua tecnologia (existente) porque a vida de seu povo está em jogo”, disse o morador Hein Ferdy Sentoso, de 29 anos.

O País mais populoso do Sudeste Asiático tem buscado renovar sua capacidade militar, mas alguns equipamentos ainda são antigos e ocorreram acidentes fatais nos últimos anos.

A Indonésia tinha cinco submarinos antes do último acidente: dois Type 209 de fabricação alemã, incluindo o Nanggala, e três navios sul-coreanos mais novos.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...