Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cidade
Vídeo: BM impediu entrada de quase 6 kg de drogas no presídio de Erechim em 2021
No mesmo período mais de 50 pessoas que tentavam introduzir ilícitos através de arremessos na cadeia foram presas pela Brigada Militar.
Leandro Vesoloski
por  Leandro Vesoloski
30/04/2021 16:18 – atualizado há 5 dias
Continua depois da publicidadePublicidade

Os frequentes arremessos de drogas, celulares e armas no presídio de Erechim tem demandado esforço extra da Brigada Militar para evitar a entrada de ilícitos na casa prisional e para prender os arremessadores que quase que diariamente tentam jogar objetos ao pátio da cadeia.

Foto: Leandro Vesoloski - proibida a reprodução sem prévia autorização do Portal AU Online

Segundo dados apurados junto a Brigada Militar, do início do ano até a terceira semana do mês de abril, a BM já havia flagrado 34 arremessos e prendido 52 pessoas que tentaram jogar mais de 5 quilos de drogas e 75 celulares para dentro do presídio de Erechim.

O comandante do 13 BPM, major Uilson Ceconello concedeu entrevista ao Portal AU Online e detalhou a situação. Segundo ele, somente neste período a Brigada Militar evitou a entrada de 4,795 gramas de maconha, 420 gramas de cocaína, 335 gramas de crack e 75 celulares no presídio. “É um problema que estamos enfrentando e que está sob controle, mas que nos demanda quase que diariamente realizar ações tendo essa atenção diferenciada com a casa prisional”.

Major Uilson explicou que esse levantamento passou a ser feito desde o mês de junho de 2020. “Nesse período de junho de 2020 até abril de 2021 tivemos um total de 91 arremessos, 119 pessoas apresentadas presas junto a polícia civil, mais de 10 quilos de maconha, 2 quilos de cocaína, mais de um quilo de crack. Também foram aprendidos 154 celulares e uma arma”.

O comandante afirmou que os resultados são expressivos e que quase na totalidade das ocorrências os arremessadores foram identificados e presos. O comandante ressaltou o papel do Projeto Sentinela que tem auxiliado no combate a esse tipo de crime. “O sistema de vídeo monitoramento tem sido fundamental para identificar os indivíduos que efetuam os arremessos”.

Foto: Leandro Vesoloski - proibida a reprodução sem prévia autorização do Portal AU Online

O Presídio de Erechim está situado em uma área extremamente povoada, no centro da cidade, próximo do Parque Longines Malinowski e há uma promessa das autoridades dos poderes executivo e legislativo do Estado de que uma licitação para a construção de uma nova penitenciária saia do papel até a metade de 2022.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...