Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Divulgação
Segurança
Prefeitura de Erechim divulga estratégia de vacinação para pessoas com comorbidades
A aplicação da vacina da AstraZeneca ocorre exclusivamente na Central de Vacinação, localizada na Rua Júlio Trombini, 634, Bairro Três Vendas.
ascom
por  ascom
03/05/2021 10:36 – atualizado há 53 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

A Prefeitura de Erechim, através da Secretaria de Saúde, divulga nova estratégia de vacinação de primeira dose contra a Covid-19 para esta semana, voltada ao grupo de pessoas com comorbidade. A vacinação é de segunda à sexta-feira, atingindo pessoas com comorbidade na faixa etária dos 55 aos 59 anos, conforme Plano Nacional de Imunização.

Vale lembrar que as comorbidades são pessoas que têm alguma doença ou agravo prévio, tornando-as mais vulneráveis às complicações da Covid, como por exemplo os diabéticos, hipertensos, pessoas com obesidade mórbida, transplantados, doentes renais, portadores de cirrose hepática, entre outras doenças.

Nesta segunda-feira (3) serão vacinadas as pessoas com comorbidade com 59 anos. Na terça-feira (4) a vacinação chega até as pessoas com 58 anos. Já na quarta-feira (5) a vacina será aplicada no público com faixa etária de 57 anos. Na quinta-feira (6) será a vez das pessoas com 56 anos e na sexta-feira (7) àquelas pessoas que possuem 55 anos.

Além desse grupo também receberão a primeira dose os pacientes com Síndrome de Down acima de 18 anos, além de gestantes e puérperas, que têm alguma comorbidade, acima de 18 anos.

A aplicação da vacina da AstraZeneca ocorre exclusivamente na Central de Vacinação, localizada na Rua Júlio Trombini, 634, Bairro Três Vendas. A Central funciona de segunda a sábado, das 8h às 14h, sem fechar ao meio-dia.

Para receber a dose da vacina contra à Covid-19 é imprescindível a apresentação de comprovante de residência, CPF, Identidade, Cartão SUS, Carteira de Vacinação, além do atestado médico ou receituário de medicação contínua que comprove a comorbidade do paciente.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...