Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Segurança
Seis pessoas são presas durante"Operação Martelo Quebrado" na região de Nonoai
Diversas armas e munições foram apreendidas
Ascom
por  Ascom
03/05/2021 11:47 – atualizado há 2 dias
Continua depois da publicidadePublicidade

Nesta manhã (03/04), a Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia de Nonoai, desencadeou mais uma Operação Policial nas cidades de Nonoai, Gramado dos Loureiros, Rio dos índios, Porto Alegre e Chapecó/SC, com a finalidade de combater os crimes de tráfico de drogas, homicídios e comércio ilegal de armas de fogo.

Denominada "OPERAÇÃO MARTELO QUEBRADO", é a terceira operação deste ano, organizada pela Delegacia de Polícia de Nonoai, com o objetivo de intensificar e combater a criminalidade praticada por uma organização criminosa que tem atuado na região, principalmente no tráfico de drogas e na prática de homicídios.

Durante a operação, foram cumpridos 23 ordens judiciais de busca e apreensão e um mandado de prisão preventiva, resultando na prisão de seis pessoas. Uma das prisões ocorreu por cumprimento de mandado, expedido pela Comarca de Nonoai, e outras cinco prisões foram em flagrante delito, uma por tráfico de drogas e as outras por comércio ilegal de armas de fogo, além de posse/porte de arma de fogo de usos restrito e permitido. Foram apreendidas 15 armas longas (espingardas, rifles, carabinas, entre outras.), 3 revólveres, 1 besta, centenas de munições de diversos calibres, e peças e petrechos para conserto de armas e recarga de munições.

A Operação teve a participação de Policiais Civis da 11ª Região Policial de Erechim e da 28ª Região Policial de Carazinho, totalizando 77 policiais civis e a utilização de 28 viaturas. Também, houve a participação do Exército, através do serviço de fiscalização de produtos controlados (SFPC) a fim de auxiliar na fiscalização de portadores de Certificado de Registro (CR). A operação contou ainda com o apoio do canil da Polícia Militar de Chapecó/SC, que auxiliou nas buscas pelos ilícitos, e da Polícia Civil de Chapecó/SC, que deu cumprimento a uma das ordens judiciais naquele Estado.

Além do cão de faro da PC/SC, foi empregado na operação o cão de faro Hunter, da Polícia Civil Gaúcha.

O Delegado de Polícia titular da DP de Nonoai, Enio Tassi, responsável pela organização da operação, destaca a importância e eficácia na realização de ações policiais mais efetivas para reprimir e combater a atuação da organização criminosa naquela região, permitindo assim, a manutenção da ordem e segurança para a população.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...