Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Segurança
Surto de covid-19 provoca interdição do Presídio de Carazinho
Estão suspensas todas as movimentações de presos, nem mesmo para audiência telepresencial devido a diminuição do número de servidores da Susepe em serviço no local.
Portal Gazeta/Carazinho
por  Portal Gazeta/Carazinho
04/05/2021 10:21 – atualizado há 1 dia
Continua depois da publicidadePublicidade

Uma portaria da Vara de Execuções Criminais da Comarca de Passo Fundo, responsável pela casa prisional, interditou nesta segunda-feira (3) o Presídio de Carazinho. O local teve confirmado vários casos da doença entre os servidores da Susepe.

Segundo publicação do Portal Gazeta, quatro dos 17 agentes penitenciários em atuação na unidade prisional obtiveram diagnóstico positivo para o coronavírus, e outros três estão com suspeita de contaminação. A situação provocou Notificação de Surto Epidemiológico para a Secretaria Municipal de Saúde.

Foto: Portal Gazeta/Carazinho

Em função do agravamento da situação de baixo efetivo funcional do Presídio e do afastamento dos servidores contaminados, as atividades de rotina dos 228 presos na casa ficam comprometidas.

Estão suspensas até o 20 de maio a participação dos apenados em audiências, mesmo que sejam nas modalidades presencial ou telepresencial. Também estão suspensos os atendimentos dos apenados com advogados ou defensores públicos, ressalvadas as hipóteses de informada e comprovada urgência, devendo, nesses casos, ocorrer prévia comunicação e a entrada de Oficiais de Justiça no local também está proibida. As transferências de presos poderão voltar a ocorrer partir do dia 21 de maio.

Os apenados que ingressarem no Presídio Estadual de Carazinho em virtude de captura, recaptura ou flagrante deverão ser alojados em celas separadas do restante da massa carcerária e somente poderão ser colocados em outras celas após isolamento obrigatório de 15 dias. As visitas também estão proibidas.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...