Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Segurança
Vídeo: O que se sabe até agora da tragédia em Saudades/SC
Dois adultos e três crianças foram mortos na manhã desta terça-feira com golpes de adaga
Central de Conteúdo/AU Online
por  Central de Conteúdo/AU Online
04/05/2021 14:52 – atualizado há 1 dia
Continua depois da publicidadePublicidade

Um jovem de 18 anos esfaqueou crianças e professoras na escola infantil Pró-Infância Aquarela, localizada em Saudades, no Oeste de Santa Catarina. O fato aconteceu na manhã desta terça-feira (04).

Foto: Clic RDC

Segundo informações do Grupo Condá de Comunicação são pelo menos cinco óbitos – três crianças e duas professoras que teriam sido atingidas com golpes da baioneta. Há informações de uma criança ferida.

De acordo com a Polícia Militar, o suspeito do crime tentou cometer suicídio e foi detido e encaminhado para o Hospital em Pinhalzinho. Após ser atendido, ele foi conduzido ao Hospital Regional do Oeste, em Chapecó (SC). Detalhes sobre o estado de saúde dele são desconhecidos.

As Vítimas

A Polícia identificou uma das funcionárias vítimas da tragédia que ocorreu na manhã dessa terça-feira (04) em Saudades, Oeste de Santa Catarina. Keli Adriane Aniecevski, 30 anos, era professora na unidade havia cinco anos. Keli também era integrante ativa do LEO Clube Ômega Saudades. Ela foi presidente do LEO Clube Ômega Saudades e teve cargos no distrito LEO LD-8 e no Distrito Múltiplo LD.

Keli Adriane Anieceviski foi uma das professoras que perdeu a vida na chacina ocorrida nesta manhã na creche Aquarela em Saudades

No início da tarde mais uma vítima da chacina na creche de Saudades foi identificada. É a professora Mirla Renner de apenas 20 anos. Ela completou aniversário em janeiro deste ano, assim como a professora Keli, também morta na escola.

Professora Mirla Renner de apenas 20 anos é mais uma das vítimas

Prefeitura decreta Luto no Município

O prefeito do município de Saudades, Maciel Schneider decretou luto oficial de três dias no município após o crime ocorrido nesta manhã de terça-feira (04). “Uma tragédia inexplicável. Estamos acompanhando e colocamos toda nossa equipe para dar suporte às famílias. Decretamos luto e decreto oficial de três dias suspendendo todas as atividades nas escolas. Não tem explicação o que aconteceu aqui hoje, muito triste”, lamentou o prefeito.

Fakenews: Polícia nega áudio sobre ataques em demais creches 

Diversos áudios tem circulado em grupos no whatsapp sobre um suposto ataque em massa nas demais creches do estado. Após a tragédia ocorrida em Saudades, Oeste de Santa Catarina, levantou-se a suspeita de que o suspeito de matar crianças no município estaria articulado com um grupo para mais ataques durante o dia. O delegado Jeronimo Marçal Ferreira nega a veracidade do áudio.


O Autor

Segundo publicado pelo Portal ND Mais, de acordo com o delegado de Pinhalzinho, Jeronimo Marçal Ferreira, o local foi isolado para perícia do IGP (Instituto Geral de Perícias). Os corpos das crianças e da professora ficaram na sala de aula onde ocorreu o crime até a chegada do IML (Instituto Médico Legal).

“O agressor chegou de bicicleta na escola por volta das 10h, portando uma faca grande. Cerca de 30 crianças estavam na escola no momento e ele invadiu uma sala de aula onde tinham quatro crianças, a professora e mais uma funcionária da escola”, conta o delegado.

As demais crianças e professoras conseguiram se trancar dentro das outras salas para se proteger do ataque. O jovem foi contido dentro da escola por vizinhos que ouviram os gritos. Foi quando ele tentou se matar.

“Ele foi contido dentro da escola e, naquele momento, tentou tirar a própria vida. Os eletrônicos da vítima passaram pela perícia para buscar a motivação desse crime. Ele não tinha ligação com as vítimas e também não tem histórico policial”, explica o delegado.

O jovem suspeito de matar três crianças e duas professoras em uma creche em Saudades, no Oeste de Santa Catarina, foi identificado como Fabiano Kipper Mai, de 18 anos. A tragédia aconteceu na manhã desta terça-feira (04). A identidade foi confirmada pelo Delegado Regional da Polícia Civil, Ricardo Casagrande.

A arma, espada estilo ninja, teria chegado na segunda-feira (03) para o jovem, junto a outras armas brancas menores. A compra teria sido feita pela internet. O suspeito teria escolhido a arma maior para cometer o atentado.

A Polícia Civil recolheu o computador do jovem e vai investigar o conteúdo encontrado. A suspeita é de que o jovem estaria cumprindo uma tarefa de jogos pela internet. 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...