Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Gente
Ataque em creche: Bebê Henryque deixa a UTI, mas ainda não tem previsão de alta
“Orem para aqueles que perderam os filhos”, pede pai do menino de um ano e oito meses.
NSCTotal
por  NSCTotal
08/05/2021 09:57 – atualizado há 1 mês
Continua depois da publicidadePublicidade

“Você é um guerreiro”. É isso que diz um pequeno cartaz colado no quarto em que está Henryque, único sobrevivente do ataque a creche que deixou cinco mortos em Saudades, no Oeste de Santa Catarina. O pequeno já saiu a a UTI e não corre risco de morrer, apesar de ainda precisar ficar internado. Mesmo assim, os familiares contam os dias para que ele possa voltar para casa.

Ao G1-SC, o pai de Henryque, Diego Hübler, disse que o menino de 1 ano e oito meses apresentou melhora e que um dreno do pulmão foi retirado ainda na sexta-feira (7), três dias após o ataque. O pai compartilhou uma foto do bebê, cedida à reportagem, que mostra ferimentos no olho e nos lábios. O braço, também machucado, foi enfaixado.

— Ele está no quarto e agora o processo é de recuperação... Vai levar alguns dias. Mas, graças a Deus, está correndo tudo bem. Temos que agradecer a todos aqueles que estão orando. Também peço que orem pelas famílias que perderam seus filhos — disse Diego.

O aposentado Ailton Biazebeti revelou ao G1 que a agilidade para levar o bebê ao hospital salvou a vida dele:

— O médico falou que, se nós tivéssemos esperado dez minutos até que os bombeiros chegassem, a criança não iria se salvar.

Henryque foi internado em estado grave no hospital de Pinhalzinho, cidade que fica próxima a Saudades. Pouco depois, já foi levado ao Hospital Regional de Chapecó, onde teve de ficar na UTI por conta da gravidade dos ferimentos. Ele é o único sobrevivente do ataque à creche Aquarela.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...