Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cidade
PF pede ao STF para investigar Toffoli por suposta venda de decisões, diz jornal
A suspeita é de que Toffoli recebeu R$ 4 milhões em suborno para favorecer dois prefeitos do estado do Rio de Janeiro em processos no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
Gazeta do Povo
por  Gazeta do Povo
11/05/2021 20:53 – atualizado há 1 ano
Continua depois da publicidadePublicidade

A Polícia Federal encaminhou ao Supremo Tribunal Federal (STF) um pedido de abertura de inquérito para investigar o ministro Dias Toffoli, ex-presidente da Corte entre 2018 e 2020. A informação é da coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo. A suspeita é de que Toffoli recebeu R$ 4 milhões em suborno para favorecer dois prefeitos do estado do Rio de Janeiro em processos no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Toffoli foi ministro do TSE de 2012 a 2016, tendo presidido o tribunal entre maio de 2014 e maio de 2016.

A acusação foi feita pelo ex-governador Sérgio Cabral (MDB), em delação premiada homologada pelo ministro do STF Edson Fachin. Segundo Cabral, os pagamentos envolveriam o escritório da mulher de Toffoli, a advogada Roberta Rangel, e teriam sido realizados e operacionalizados por Hudson Braga, ex-secretário de Obras do Rio de Janeiro, entre 2014 e 2015.

Em contato com a coluna Painel, o ministro Dias Toffoli afirmou, por meio da assessoria, não ter conhecimento dos fatos mencionados e ministro refutou a possibilidade de ter atuado para favorecer qualquer pessoa no exercício de suas funções.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE