Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cidade
Aprovada moção de apoio ao projeto que determina a quebra de patentes de vacinas contra a covid-19
Proposta do senador gaúcho Paulo Paim visa à quebra das patentes dos imunizantes a fim de atender ao interesse maior da população tendo como objetivo o aumento da produção, com custos mais baixos e sustentáveis.
Giulianno Olivar/Assessoria Câmara de Vereadores Erechim
por  Giulianno Olivar/Assessoria Câmara de Vereadores Erechim
25/05/2021 16:42 – atualizado há 7 dias
Continua depois da publicidadePublicidade

Foi aprovada, na sessão ordinária da última segunda-feira (25), a moção do vereador Anacleto Zanella (PT) em apoio ao projeto de lei nº 12/2021, que determina o licenciamento compulsório de patentes de vacinas contra a covid-19. A proposta, de autoria do senador gaúcho Paulo Paim visa à quebra das patentes dos imunizantes a fim de atender ao interesse maior da população brasileira, tendo como objetivo o aumento da produção, com custos mais baixos e sustentáveis.

Conforme detalha o parlamentar erechinense, o projeto estabelece que, enquanto vigorar o estado de emergência de saúde no Brasil, fica liberada a produção de imunizantes, remédio e insumos sem observância dos direitos de propriedade industrial. “Entendemos que a aprovação do projeto permitirá obter no menor tempo possível o máximo de vacinas seguras e eficazes para o maior número de brasileiros. É importante mencionar, também, o fato de que governos de diversos países, como Estados Unidos e China, apoiam a quebra de patentes de vacinas contra a covid-19, o que, se consumado, pode expandir o fornecimento global e reduzir a lacuna de vacinação entre países ricos e pobres”, afirma Anacleto.

Após a aprovação no plenário, a moção foi encaminhada ao senador Paulo Paim e às presidências da República, do Senado Federal e da Câmara Federal.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...