Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Política
Eleições 2022: Planejamento estratégico no MDB busca unificar o partido no Alto Uruguai gaúcho
Capoani e Ana Oliveira podem sair em dobradinha para Assembleia Legislativa e Câmara dos Deputados.
Assessoria/MDB/Erechim
por  Assessoria/MDB/Erechim
02/06/2021 11:34 – atualizado há 2 dias
Continua depois da publicidadePublicidade

Lideranças do MDB seguem o trabalho no diagnóstico regional do partido no Alto Uruguai. Após visitar mais de 20 municípios, o que se observa é o grande respeito ao trabalho realizado até então pelo deputado estadual, Gilberto Capoani em prol da região do Alto Uruguai.

Em todos os encontros nas mais diversas cidades, lideranças regionais destacam o apoio ao deputado Gilberto Capoani em defesa das causas do Alto Uruguai e reafirmam apoio político em uma possível reeleição.

“Na eleição passada estávamos a mercê de ficarmos sem representante e, quando a região se reuniu e pediu para ele ser o candidato, ele não titubeou e aceitou o desafio, por isto tem nosso respeito”, destaca o presidente do MDB de Erechim, que na época era coordenador regional, Edgar Marmentini.

Ainda, conforme o secretário geral da Coordenadoria do MDB do Alto Uruguai, vereador Fifo Parenti, o MDB Estadual pode ter desafios maiores para o deputado Gilberto Capoani e, isto foi colocado pelo presidente Estadual do partido, deputado federal, Alceu Moreira.

“Neste caso ficaria em aberto uma vaga para indicação da região a concorrer a deputado estadual, por isto estamos percorrendo os municípios do Alto Uruguai para ouvir lideranças emedebistas e, no entendimento de várias lideranças regionais, o nome mais forte dentro do MDB seria o da presidente da Câmara de Vereadores de Erechim, Ana Oliveira”, destaca Fifo Parenti.

De acordo com Ana Oliveira, o partido jamais fará uma disputa entre outro nome e do deputado Capoani e, sim uma composição, se assim a região entender e se realmente for a vontade do deputado Capoani.

“Precisamos do Gabinete do Capoani e o apoio das lideranças regionais para que eu possa vir a ser candidata, e esta situação não esta definida ainda, pois além do trabalho que está sendo feito, teremos as reuniões nas microrregiões para debater candidaturas e posteriormente uma assembleia regional em outubro, que fará a indicação do nome a concorer, não cabendo a mim esta decisão e sim ao MDB”, destaca Ana Oliveira, que pontua que se o deputado Capoani for candidato terá todo seu apoio.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...