Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cidade
Conselho Tutelar orienta sobre sinais de abuso e violência sexual em crianças
Os registros de casos são pontuais, investigados e tratados em sigilo, mas o Conselho Tutelar já chegou a ter quatro denúncias em apenas uma semana.
Ascom
por  Ascom
01/07/2021 16:28 – atualizado há 2 meses
Continua depois da publicidadePublicidade

O Conselho Tutelar de Erechim orienta a população sobre sinais que podem indicar abuso sexual em crianças. Conforme a conselheira, Gilseia Terribile, é muito importante que pais, responsáveis e até mesmo os educadores nas escolas fiquem de olho. “Normalmente, as crianças que sofrem com algum tipo de abuso ou violência sexual apresentam algumas alterações de comportamento e até mesmo algum tipo de marca”, explica. Os registros de casos são pontuais, investigados e tratados em sigilo, mas o Conselho Tutelar já chegou a ter quatro denúncias em apenas uma semana.

Segundo o Ministério da Saúde, em 2018 o Brasil registrou o maior índice de casos de abuso sexual contra crianças e adolescentes, o que representa que três crianças ou adolescentes são abusadas sexualmente no Brasil a cada hora. Confira alguns sinais elencados pelo Conselho Tutelar, que podem ser um alerta:

  • Mudança no comportamento padrão
  • Rejeição ou proximidade excessiva a alguém
  • Regressão a comportamentos que as crianças já tenham abandonado
  • Segredos
  • Vergonha
  • Marcas físicas
  • Negligência

O Conselho Tutelar de Erechim está à disposição para mais esclarecimentos. O atendimento é das 8h às 11h30 e das 13h30 às 18h na Av. Salgado Filho, 227, junto a Secretaria de Assistência Social, pelo telefone (54) 3520-7051 e pelo plantão 24 horas, no telefone (54) 99176-0626. 

"Geralmente o abuso sexual de uma criança não têm um sinal só, mas um conjunto de coisas que indicam o que pode estar acontecendo. Em caso de suspeitas, entrem em contato conosco”, finaliza o coordenador do Conselho Tutelar, Luciano Perosa. As denúncias podem ser feitas no Disque 100.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...