Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Segurança
Vídeo: Incêndio em Porto Alegre destrói prédio da SSP e deixa dois bombeiros desaparecidos
Começam nos escombros as buscas pelos dois bombeiros que atuaram no combate às chamas e estão desaparecidos.
Matinal
por  Matinal
15/07/2021 07:31 – atualizado há 5 dias
Continua depois da publicidadePublicidade

Um grande incêndio destruiu o prédio da Secretaria de Segurança Pública do RS na noite de ontem. As chamas se alastraram por todo o edifício, que desabou parcialmente e teve perda total. O local chegou a ser evacuado e inicialmente foi informado que não haveria vítimas, porém dois bombeiros que atuaram no combate às chamas estão desaparecidos. As buscas por eles serão retomadas assim que houver condições. Por volta as 6h30, seguiam os trabalhos de rescaldo. Ainda não havia informações sobre a origem das chamas.

O incêndio teve início por volta das 22h. Todas as guarnições da Capital, além de reforços de Canoas, São Leopoldo, Eldorado do Sul e São Sebastião do Caí participaram do combate ao fogo. O tamanho das chamas, no entanto, comprometeu o trabalho dos profissionais, conforme o comandante do Corpo de Bombeiros Militar, César Bonfanti, em entrevista no início da manhã. Segundo o comando dos Bombeiros, o prédio, localizado na Avenida Voluntários da Pátria, estava com o Plano de Prevenção e Proteção contra Incêndios (PPCI) em dia.

“Coração administrativo” da segurança pública gaúcha, no local também operavam o comando da Brigada Militar, a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), o Instituto-Geral de Perícias (IGP) e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran). Também funcionava ali toda a central telefônica da Polícia Civil.

Ainda na noite de ontem, o secretário da segurança e vice-governador, Ranolfo Vieira Jr., afirmou que nenhuma prova documental foi perdida e que a prioridade da área era restabelecer os serviços de atendimento do 190, que ficou fora do ar por cerca de quatro horas, sendo normalizado por volta das 2h. “As atividades vão continuar”, garantiu Ranolfo. “Todas as nossas polícias vão continuar nas ruas.”

Prédio da SSP não tinha sprinklers, relata comandante do Corpo de Bombeiros | Foto: Samantha Klein / Rádio Guaíba / CP

Novas informações sobre o sinistro foram reveladas neste começo de manhã pelo comandante da Corporação, César Eduardo Bonfanti. Segundo ele, a edificação não tinha sprinklers.

"Não havia sprinklers (chuveirinhos) no prédio da Secretaria da Segurança Pública. Na época da sua construção, não havia a exigência deste sistema. A legislação isenta esses prédios mais antigos de terem este tipo de aparelho, ao contrário dos prédios mais modernos", resumiu Bonfanti.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...