Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Segurança
Tribunal de Justiça mantém júri do caso da Boate Kiss em Porto Alegre
A decisão foi proferida na tarde desta quarta-feira, pelo juiz Orlando Faccini Neto, que presidirá o júri, em dezembro.
Correio do Povo
por  Correio do Povo
08/09/2021 22:08 – atualizado há 33 minutos
Continua depois da publicidadePublicidade

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul manteve a realização do júri do caso da Boate Kiss, de Santa Maria, no Foro Central de Porto Alegre. A decisão foi proferida na tarde desta quarta-feira, pelo juiz Orlando Faccini Neto, que presidirá o júri, em dezembro.

A Associação dos Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria (AVTSM) havia requerido a mudança de lugar do julgamento. No entanto, o magistrado manteve o tribunal em Porto Alegre. Na decisão, alegou critérios de logística e segurança, conforme avaliação técnica do TJ.

O auditório Araújo Vianna, considerado outra possibilidade, foi descartado pelos mesmos motivos. Além disso, o local será palco de diversos eventos entre novembro e dezembro, inviabilizando a sede para a data.

No mês passado, a AVTSM começou uma mobilização para garantir que familiares das vítimas da tragédia da boate Kiss possam acompanhar o julgamento dos réus. Como durar entre dez e 15 dias, exigirá gastos com hospedagem, alimentação e transporte por parte dos familiares.

A tragédia da Boate Kiss aconteceu em 27 de janeiro de 2013. O incêndio resultado em 242 pessoas mortas e outras 636 feridas em uma festa no local. Quatro envolvidos na tragédia são réus no júri, previsto para 1° de dezembro.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...