Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cidade
Erechim sedia primeiro encontro do MDB-RS dando a largada para o pleito 2022
Encontro Caminhos do Rio Grande, em Erechim, nesta quinta-feira (23), contou com a participação de filiados de 114 municípios de cinco coordenadorias.
Assessoria de Comunicação MDB-RS
por  Assessoria de Comunicação MDB-RS
24/09/2021 10:57 – atualizado há 2 meses
Continua depois da publicidadePublicidade

O primeiro evento semi-presencial do MDB gaúcho pelo interior do Rio Grande do Sul no pós-pandemia demonstrou que a base do partido está firme e ansiosa para retomar o debate político. O encontro Caminhos do Rio Grande, em Erechim, nesta quinta-feira, 23 de setembro, contou com a participação de filiados de 114 municípios de cinco coordenadorias: Alto Uruguai, Grande Passo Fundo, Médio e Alto Uruguai, Nordeste e Zona da Produção.

Ao abrir o evento, que cumpriu todas as regras de segurança sanitária e com transmissão pela internet, o presidente do MDB-RS deputado Alceu Moreira enfatizou que a série – que percorrerá sete macrorregiões –, tem o objetivo de, através do debate, colher sugestões para o Plano de Governo do partido para as eleições de 2022. Ao longo desse percurso, também será amadurecido e definido o nome do candidato ao Governo do Estado. Essa construção culminará no Congresso Estadual, previsto para ocorrer no dia 4 de dezembro, em Porto Alegre.

“O nosso plano de governo será o instrumento do MDB para a disputa eleitoral de 2022. O projeto irá reproduzir o que pensa cada emedebista do Rio Grande do Sul. Mas será um documento aberto, que aceitará sugestões dos partidos que possam vir coligar conosco futuramente”, observou Alceu.

Sobre a escolha do futuro candidato, observou, se referindo à militância: “Ainda não temos o nome do governador, mas vocês terão a liberdade para escolher. No dia 4 de dezembro teremos o nosso projeto e o nosso candidato”, garantiu o presidente do MDB gaúcho.

De hoje até o dia 5 de novembro, quando ocorre o último encontro macrorregional em Cruz Alta, o Diretório Estadual manterá aberta pesquisa para saber o que pensam os emedebistas sob três eixos: gestão pública, economia e inclusão social. A pesquisa pode ser acessada através do site. Pelo site, também é possível se inscrever para os próximos eventos, consultar os indicadores econômicos e sociais de cada coordenadoria, visualizar galeria de fotos e acessar todas as informações sobre a série.

Estado e empreendedorismo

Em Erechim o debate foi pautado pelo empreendedorismo. O primeiro palestrante, o economista Gustavo de Moraes, professor da PUC-RS, falou sobre “Estado facilitador, gaúcho empreendedor”.

O economista contextualizou que hoje num comparativo entre os países no ranking de competitividade, o Brasil ocupa a 123 posição. E, o Rio Grande do Sul, entre os estados brasileiros, apesar de ser o 7º em abertura de empresas, é o 20º, por exemplo, para a obtenção de um alvará de construção, o que faz o Estado cair nesse comparativo de facilitador do empreendedorismo.

“O Brasil já é retardatário no que diz respeito ao ranking de competitividade e o RS é um dos piores estados dentro de um país que já está dentro de uma posição vergonhosa”, alertou Gustavo de Moraes. Ele defendeu o aperfeiçoamento de políticas públicas que garantam essa mudança de posição no cenário e que possibilitem o desenvolvimento contínuo.

Já o empresário Erasmo Battistella falou sobre a trajetória da BSBIOS na palestra “Empreendedorismo de resultado”. Opinou que a vocação empreendedora deve ser estimulada pela crença em projetos sérios, instinto, perseverança e muito trabalho. Recordou que o cenário econômico mundial era negativo no ano de 2005, quando fundou a empresa especializada em energia renovável. Mas ressaltou, que assim como agora, toda a crise serve também para gerar oportunidades. Defendeu, porém, a melhoria de políticas públicas para investimento. “Se não melhorarmos o ambiente de negócios, por mais apaixonados que formos pelo Rio Grande do Sul, acabaremos perdendo oportunidades”, declarou Battistella.

Além das duas palestras, a primeira etapa do evento, mais técnica, contou com a contribuição do economista Gustavo Grisa, que expôs a metodologia de elaboração do plano de governo do partido, e o professor de Gestão Pública Gustavo Saldanha, que apresentou os índices sociais e econômico da macrorregião.

"Exemplo para os outros partidos"

Após a exposição dos especialistas, o evento foi aberto para o debate político, com a intervenção de representantes das cinco coordenadorias regionais envolvidas no evento, de líderes regionais, municipais e também estaduais. Foi recorrente nos 25 discursos, a importância de o MDB ter um projeto que olhe o Rio Grande do Sul como todo, mas com as peculiaridades de cada região.

O ex-governador Germano Rigotto fez questão de enfatizar a iniciativa da direção estadual em valorizar o seu projeto para o Estado antes da escolha do nome do candidato. “O MDB dá um exemplo para os outros partidos, iniciando a construção de uma grande vitória. É um evento histórico”, disse Rigotto.

Ao encerrar o ato político, o presidente da Assembleia Legislativa e secretário-geral do MDB-RS, Gabriel Souza, enalteceu o debate, as palestras e o formato do evento. “Essa é a grande arrancada para a vitória: o partido mobilizado para construir um plano de governo que prioriza políticas púbicas e que valoriza o militante”.

Presenças

A primeira edição da série Caminhos do Rio Grande, comandada pelo presidente Alceu Moreira, recepcionada pelo prefeito Paulo Polis (Erechim) e realizada no formato híbrido, contou com a participação presencial do ex-governador Germano Rigotto, dos deputados estaduais Beto Fantinel, Carlos Búrigo, Clair Kuhn, Gabriel Souza (presidente da Assembleia Legislativa), Gilberto Capoani, Patrícia Alba, Tiago Simon, Vilmar Zanchin (líder da Bancada Estadual), do secretário de Logística e Transporte do Estado, Juvir Costella, e dos deputados federais Giovani Feltes, Márcio Biolchi e Osmar Terra. Também participaram prefeitos, vices, vereadores e coordenadores das cinco regiões. Na plateia online marcaram presença o ex-senador Pedro Simon, o secretário de Desenvolvimento do Estado, Edson Brum, e o prefeito da Capital Sebastião Melo.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...