Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Rio Grande do Sul
Mais da metade da população de adolescentes já foi vacinada contra a Covid-19 no RS
São 862 mil adolescentes do Rio Grande do Sul e 50,9% deles, com e sem comorbidades já receberam pelo menos uma dose.
Ascom SES
por  Ascom SES
13/10/2021 18:21 – atualizado há 58 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

A vacinação contra a Covid-19 supera, nesta quarta-feira (13), mais da metade dos 862 mil adolescentes do Rio Grande do Sul: 50,9% deles, com e sem comorbidades, já receberam pelo menos uma dose, enquanto 1,5% conta também com a segunda e está com a imunização completa, conforme o Painel de Acompanhamento Vacinal da Secretaria da Saúde.

Foto: Divulgação SES

O Estado vacina desde 23 de julho os jovens de 12 a 17 anos, tendo começado por aqueles que têm alguma comorbidade e, portanto, mais riscos no caso de contrair a doença. Em 13 de setembro, passou a ser feita também a imunização dos adolescentes sem comorbidades.

"Desde que começou a vacinação eu esperava a minha vez", disse a estudante Isadora dos Santos Vianna, 12 anos, vacinada no dia 24 de setembro, revelando que receber a primeira dose foi motivo de emoção. "Achava que, pela minha idade, podia demorar. Agora já estou na expectativa pela segunda dose."

Na vacinação em geral, 68,6% da população adulta está totalmente imunizada: 5,8 milhões de pessoas receberam a segunda dose e 301,6 mil a dose única da vacina da Janssen. No total, 8,39 milhões de pessoas, o equivalente a 92,9% da população acima dos 18 anos, receberam pelo menos a primeira dose.

Desde meados de setembro, a dose de reforço já foi aplicada a 185,5 mil pessoas (idosos, imunossuprimidos, profissionais de saúde e funcionários de hospitais). Adotada em vários países, a terceira dose busca elevar a proteção desses grupos e evitar o avanço da variante delta, mais contagiosa.

Com o avanço da vacinação, o Estado registra um recuo da epidemia nos últimos meses. A média móvel de casos confirmados na última segunda-feira (11/10), com 464, foi a menor desde 4 de junho do ano passado.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...