Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Santa Catarina
SC não registra mortes por Covid-19 pela primeira vez em 2021
A última vez que Santa Catarina não registrou mortes por Covid foi em 8 de junho de 2020.
NSCTotal
por  NSCTotal
09/11/2021 22:30 – atualizado há 58 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

Pela primeira vez no ano Santa Catarina não registrou novas mortes por Covid-19 nesta terça-feira (9), segundo dados do Painel do Coronavírus do NSC Total. A plataforma leva em conta dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES). Até o momento, 19.736 pessoas morreram vítimas da doença no Estado.

A última vez que Santa Catarina não registrou mortes por Covid foi em 8 de junho de 2020. Na época, 186 mortes já haviam sido confirmadas no Estado, desde o início da pandemia, em 62 municípios.

Mais de 19 mil pessoas já morreram pela doença em SC(Foto: Diorgenes Pandini/Diário Catarinense)

Dezesseis meses depois, porém, o cenário é outro. Nesta terça-feira, o Estado acumula 19.736 mortes, registradas em 293 municípios. Apenas as cidades de Novo Horizonte e Flor do Sertão, ambas no Oeste, não tiveram mortes por Covid-19 em Santa Catarina durante a pandemia. Já a cidade com o maior número de mortes é Joinville, com 2.016 vítimas.

Apesar de não ter tido novas mortes registradas, não quer dizer que o Estado não tenha tido vítimas nesta terça-feira. Isto porque é possível que os óbitos entrem no sistema do Estado dias após a confirmação.

Mapa mostra melhora no cenário da pandemia em SC
Outro dado positivo em relação a pandemia é a queda no número de casos ativos em SC. Segundo o Painel do Coronavírus, nesta terça-feira, 4.943 pessoas ainda estão em tratamento para a Covid-19.

Os dados trouxeram, inclusive, reflexos no mapa de risco que avalia a situação da pandemia no Estado. Na atualização do último sábado (6), 12 das 17 regiões apareciam no nível moderado (azul), considerado o melhor índice da matriz. Outras cinco estavam no risco potencial alto (amarelo). Não há, no momento, cidades nos níveis grave (laranja) e gravíssimo (vermelho).

Segundo a SES, o principal fator para o atual cenário é o avanço da vacinação no Estado. Mesmo assim, ainda há desafios a serem cumpridos.

Na última semana, Santa Catarina também alcançou a marca de 60% da população imunizada contra a doença, seja com a segunda dose ou a vacina de dose única. Isto quer dizer que, a cada dez pessoas, seis estão vacinadas no Estado.

Segundo o Monitor da Vacina do NSC Total, nesta terça-feira, 5.745.977 catarinenses já tomaram a primeira dose, enquanto 4.583.122 estão completamente imunizadas. Os números representam 79,23% e 63,19%, respectivamente, na população total do Estado.

Mas para o infectologista Martoni de Moura e Silva, apesar do cenário animador, ainda é preciso ter cautela com as medidas.

— Não existe uma porcentagem mágica. É preciso ficar de olho na taxa de transmissibilidade. Se ela está baixa, já é possível pensar em flexibilizar as medidas. Por enquanto, é importante mantê-las— diz.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...