Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Segurança
Rescue Days 2021 reuniu bombeiros de todo o Brasil para treinamento de Resgate Veicular
A motivação do evento é treinar as equipes para o resgate eficaz e ágil, sendo seguro para a vítima e também para os socorristas.
Governo SC
por  Governo SC
21/11/2021 20:50 – atualizado há 48 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

Durante três dias, entre 17 e 19, a cidade de Chapecó recebeu militares e resgatistas de todo o Brasil para aprimoramento das técnicas de salvamento em acidentes de trânsito, no Rescue Days. O evento foi organizado pelo Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC). Foram 13 oficinas simultâneas, em que os profissionais passaram por parte de teoria e parte prática, sempre com a mudança dos carros utilizados no cenário, para que todos tenham condições de realizar as técnicas, fixando o conteúdo aprendido e com a correção dos instrutores.

Todas as palestras foram transmitidas pelo canal oficial do CBMSC no youtube.

"Nós temos uma característica de profissão que não nos permite treinar nas ruas, por isso nós temos que ter ambientes controlados, instrutores totalmente capacitados para ensinar as situações que elevam bastante o estresse dos participantes. O intuito é que se aumente a confiança e a capacidade técnica dos participantes, para a resposta operacional que é ofertada nas ruas", destaca o capitão Bruno Lazarin Koch, um dos envolvidos na organização do evento.

Dados alarmantes de acidentes de trânsito

A motivação do evento é treinar as equipes para o resgate eficaz e ágil, sendo seguro para a vítima e também para os socorristas. Mas os dados são alarmantes quanto ao número de acidentes. Segundo o chefe do Estado-Maior Geral e presidente da Coordenadoria de Resgate Veicular do CBMSC, coronel Hilton de Souza Zeferino, a cada 20 minutos as equipes do CBMSC atendem um acidente de trânsito em Santa Catarina.

Já os dados da Organização Mundial da Saúde indicam que o Brasil é o 5º país com o maior número de óbitos por acidentes de trânsito, com 400 mil mortes na última década, além de 20 milhões de pessoas com sequelas em decorrência disso. A cada 13 minutos um brasileiro morre por acidentes de carro.

Categorias

As oficinas foram divididas em categorias leve e pesado, ou seja, de acordo com os tamanhos dos veículos utilizados nas instruções. Na categoria leve foram utilizados carros, já na outra foram ônibus e caminhões.Todos os cenários foram planejados de acordo com um estudo de referências de acidentes reais.

"Nós temos uma comissão do evento, que possui um banco de imagens de referência, além disso, estudamos cada uma das ocorrências para que possamos reproduzir e preparar os alunos", afirma o capitão Lazarin.

Evento destaque

O evento de 2021 é um dos maiores já realizados. Com origem na Alemanha, a atividade ocorreu pela segunda vez em Chapecó. Os organizadores destacaram que o espaço dedicado para as atividades e a organização do Corpo de Bombeiros Militar representam padrões a serem seguidos. 

"Os organizadores alemães elogiaram nosso formato de evento, por ser uma edição indoor. Nosso objetivo é que os participantes tenham conforto, para estimular o aprendizado. Além de ser dentro do pavilhão de eventos, em todas as oficinas os participantes assistem a parte teórica sentados, com hidratação e alimentação necessárias. Pensamos em todos os detalhes para que o aprendizado seja o primeiro lugar, além de ser uma boa experiência tanto para os participantes, quanto para os instrutores", conta o capitão.

Parcerias

Muitas montadoras de veículos apoiam o evento, além da Receita Federal, que viabiliza as sucatas que serão cortadas durante o Rescue Days. Alguns veículos, inclusive, são novos, para que os bombeiros aprendam a técnica correta de extração das vítimas e corte, estimulando a troca de informações e o avanço na segurança.

Um exemplo disso é a BMW, montadora instalada em Santa Catarina, que pela segunda edição envia um veículo novo para que as equipes façam os cortes necessários e treinem o resgate. Nesta edição, a empresa alemã enviou um carro elétrico, que traz componentes diferentes de exemplares com diferentes  combustíveis. Esta foi a primeira vez que este modelo foi cortado no Brasil. 

"Essas parcerias são de extrema importância, primeiro pela viabilização do evento, uma vez que todos os participantes possuem a oportunidade de realizar as técnicas desde o início, depois porque conseguimos trocar informações importantes para as duas partes e ainda pelo descarte correto dos elementos, já que depois nós devolvemos as peças", afirma.

Simulado

Para encerrar o evento, o último dia foi marcado por um simulado de ocorrência, com múltiplas vítimas, em que foram colocados à prova todos os conhecimentos adquiridos. A ocorrência desse simulado foi embasada em casos reais.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...