Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Geovana Albuquerque/ Agência Saúde DF
Rio Grande do Sul
Secretaria da Saúde distribui cerca de 180 mil vacinas da Pfizer nesta quinta, dia 25
Em torno 100 mil unidades chegaram ao Estado no fim da manhã de terça-feira (23/11), e serão destinadas a dar seguimento à vacinação de adolescentes.
Ascom SES
por  Ascom SES
24/11/2021 20:21 – atualizado há 1 minuto
Continua depois da publicidadePublicidade

A Secretaria da Saúde (SES) distribuirá na quinta-feira (25/11) cerca de 180 mil vacinas contra a Covid-19 da fabricante Pfizer às 18 coordenadorias regionais de saúde (CRS). Em torno 100 mil unidades chegaram ao Estado no fim da manhã de terça-feira (23/11), e serão destinadas a dar seguimento à vacinação de adolescentes.

As demais serão utilizadas para a aplicação da segunda dose de quem recebeu a primeira há oito semanas ou mais, e estavam reservadas na Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (Ceadi), em Porto Alegre.

Nesta quarta-feira (24/11), 817 mil gaúchos estão com o prazo de aplicação da segunda dose da vacina em atraso, ou sem o registro dessa aplicação no Sistema de Informações do Plano Nacional de Imunização. A faixa etária que menos voltou aos postos de saúde para a segunda dose foram os jovens de 20 a 34 anos, que, juntos, representam quase metade da estimativa (397 mil). Estão no período ideal para receber a segunda dose 167 mil pessoas.

O período ideal representa uma janela de uma semana após o intervalo de espera entre as doses indicado para cada uma das vacinas. Após uma semana, é considerado em atraso.

Nesta quarta-feira (24/11), apesar de a cobertura vacinal completa da população adulta do Rio Grande do Sul estar em 85,1%, entre o grupo de adultos jovens de 20 a 24 anos esse índice cai para 66%. Na faixa de 25 a 29 anos, 72%, e entre as pessoas de 30 a 34 anos está em 78%.

"Ainda longe do que precisamos para atingir a imunização coletiva e diminuir a circulação do vírus", explica a chefe da Divisão de Vigilância Epidemiológica do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs), Tani Ranieri.

Ela destacou que apenas uma aplicação das vacinas Astrazeneca, Coronavac e Pfizer – que requerem segunda dose – além de oferecer uma resposta imune menor, a durabilidade da resposta também é menor. "A eficácia da vacina apontada por estudos clínicos só pode ser atingida com o esquema vacinal completo, ou seja, com as duas doses", enfatiza. Entre as vacinas aplicadas no Brasil, até o momento, apenas a fabricante Janssen é aplicada em dose única.

Em relação à dose de reforço, são 766 mil gaúchos que já poderiam ter buscado a vacina, entre profissionais de saúde, idosos e imunossuprimidos, além de 96 mil que estão na semana ideal para recebê-la.

DISTRIBUIÇÃO


As seguintes CRS e secretaria buscarão as doses na Ceadi, em Porto Alegre:

• 1ª CRS (Porto Alegre)
• 6ª CRS (Passo Fundo)
• 7ª CRS (Bagé), levará também a carga da 3ª (Pelotas)
• 10ª (Alegrete)
• 14ª (Santa Rosa), levará também as cargas das 9ª (Cruz Alta), 12ª (Santo Ângelo) e 17ª (Ijuí)
• 18ª (Osório)
• Secretaria Municipal de Porto Alegrete

Vão retirar as doses em data alternativa:

• 2ª CRS (Frederico Westphalen)
• 13ª CRS (Santa Cruz do Sul)

Doses transportadas em veículos da SES:

• 4ª (Santa Maria)
• 5ª (Caxias do Sul)
• 8ª (Cachoeira do Sul)
• 11ª (Erechim)
• 15ª (Palmeira das Missões)
• 16ª (Lajeado)

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...