Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cidade
Presídio Indústria de Erechim em pauta na Capital Gaúcha
O complexo prisional em Erechim deverá ser composto por duas unidades com capacidade para 600 apenados em cada unidade, em um total de 1,2 mil em todo o complexo.
Ascom Prefeitura de Erechim
por  Ascom Prefeitura de Erechim
25/11/2021 14:05 – atualizado há 5 dias
Continua depois da publicidadePublicidade

Na manhã desta quinta-feira (25) o secretário Geral de Governo, Edgar Marmentini, esteve em cumprimento de agenda de trabalho em Porto Alegre, representando o chefe do Executivo de Erechim, prefeito Paulo Polis.

Participaram da reunião o diretor adjunto do Departamento de Concessões e Parcerias Público Privadas (DCPPP), da Secretaria Extraordinária de Parcerias do Estado, Luís Napoleão Zettermann, o diretor de Concessões e Parcerias Público Privadas, Rafael Lemos e a coordenadora do projeto de Parcerias Público Privadas de Erechim, por parte da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), Aline Delfino.

Conforme explicou o secretário Geral de Governo, Edgar Marmenini, o Rio Grande do Sul se candidatou a um projeto piloto do Programa Parceria de Investimento (PPI) para modelagem do sistema prisional em Erechim, através de Parceria Público Privada (PPP).

Ainda, o complexo prisional em Erechim deverá ser composto por duas unidades com capacidade para 600 apenados em cada unidade, em um total de 1,2 mil em todo o complexo. Este será um presídio de segurança MÉDIA, modelo presídio indústria, devendo se tornar um projeto modelo a ser replicado no País.

Conforme explica Marmentini, um problema crônico de décadas na cidade, o Presídio Estadual localizado no centro de Erechim está avançando para uma solução em breve, em parceria com o Governo do Estado, Prefeitura de Erechim, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Banco Internacional de Desenvolvimento (BID) e Programa Parceria de Investimento (PPI) do Governo Federal.

Confira as próximas etapas:

  • Projeto do presídio vai para análise do Conselho Gestor na próxima semana.
  • Em seguida acontece a consulta pública por 30 dias.
  • Na segunda quinzena de janeiro de 2022 será realizada audiência pública em Erechim.
  • Após, o edital será encaminhado para o Tribunal de Contas do Estado

A perspectiva, conforme Marmentini, é que o edital do Presídio Indústria de Erechim esteja liberado para publicação em abril de 2022.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...