Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cidade
Projeto de vereador institui a campanha permanente “Pare para os animais”
A iniciativa visa alertar a comunidade sobre os altos índices de atropelamentos de animais, através da conscientização de motoristas sobre as precauções a serem tomadas para evitar novos acidentes.
Giuliano Olivar
por  Giuliano Olivar
30/11/2021 12:51 – atualizado há 33 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

Na sessão ordinária realizada na última segunda-feira (29), os parlamentares aprovaram por unanimidade o projeto de lei de autoria do vereador Romildo Protetor (MDB) que institui a Campanha Municipal Permanente “Pare para os animais”. A iniciativa visa alertar a comunidade sobre os altos índices de atropelamentos de animais, através da conscientização de motoristas sobre as precauções a serem tomadas para evitar novos acidentes. Após a aprovação, o projeto ainda precisa ser sancionado pelo Poder Executivo para passar a vigorar.

Conforme detalha o parlamentar, dados do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (DNIT) apontam que cerca de 475 milhões de animais são atropelados por ano no Brasil. “Considerando esses dados alarmantes, nota-se que a conscientização dos motoristas é muito importante, pois é preciso redobrar a atenção nas ruas e estradas para reduzir o número de acidentes. Vale ressaltar que o cuidado ao dirigir é uma forma de proteger não só os animais, mas também o próprio motorista, passageiros e pedestres”, afirma.

Para Romildo, é importante que a campanha seja abrangente e contemple diversos públicos, através de distribuição de material gráfico e realização de palestras educativas. “Tratam-se de medidas que visam à proteção tanto dos animais quanto das pessoas, já que muitos atropelamentos de animais resultam também em acidentes com vítimas humanas, sem falar em gastos com reparo de veículo, custos relacionados a ferimentos e fatalidades, assistência médica, gastos públicos com a recuperação do animal e remoção da carcaça das ruas e rodovias”, completa o vereador.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...