Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cidade
Falta de água no interior de Erechim preocupa Defesa Civil
Vídeo: Defesa Civil pede doação de caixas d'água para atender pequenos agricultores. Reservatórios maiores nas propriedades evitam o transporte diário de água.
Redação
por  Redação
02/01/2022 18:55 – atualizado há 18 dias
Continua depois da publicidadePublicidade

O Rio Grande do Sul deve ultrapassar nesta segunda-feira(3) o número de 100 municípios com decretos de situação de emergência por conta da estiagem. No Alto Uruguai a lista também deve crescer durante a semana que está começando. Erechim está reunindo dados da área agrícola para concluir a formalização do decreto, que pode ser assinado nos próximos dias.

Já decretaram Situação de Emergência e tiveram a publicação pela Defesa Civil do RS até a última sexta-feira, 96 municípios no estado, destes, Aratiba, Barra do Rio Azul, Benjamim, Constante do Sul, Erval Grande,  Marcelino Ramos e Severiano de Almeida, no Alto Uruguai.

Dados da Defesa Civil indicam um aumento considerável de propriedades agrícolas com falta de água para consumo humano e animal. Os três caminhões que a Defesa Civil está usando no momento para a entrega de água potável, devem entregar pouco mais de 100 mil litros de água em propriedades de várias comunidades do interior de Erechim nesta segunda-feira.

As propriedades com falta de água no momento estão localizadas no triângulo Linha América, Lajeado Paca e Escola Branca. O coordenador da Defesa Civil de Erechim, Ronaldo Mânica, explica que o transporte é lento porque a água é captada na cidade e levada até a caixa de água das propriedades, que normalmente estão localizadas em pontos altos. Para chegar até a caixa de água das propriedades é ainda mais demorado e difícil.

A Defesa Civil, em operações conjuntas com a Força Voluntária, está se preparando para empregar um efetivo maior de pessoas e de veículos especiais para o transporte de água, já que as previsões de chuva para os próximos três meses, não são nada animadoras.

A Defesa Civil, também em ação conjunta coma Força Voluntária, lançou no fim de semana o pedido de doações de caixas d’água, com capacidade a partir de 2 mil litros. Ele explica que pequenos agricultores tem reservatórios de no máximo mil litros e isso implica no retorno de um caminhão para abastecimento diário.

Para pedidos de água ou doações, a Defesa Civil e a Força Voluntária disponibilizam o telefone 199.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...