Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Divulgação
Cidade
AMAU se reúne com Famurs para buscar soluções sobre a estiagem
Até o começo da tarde desta segunda-feira, 3, mais de 50% dos municípios da região já haviam decretado situação de emergência em razão da seca
Salus Loch/Assessoria AMAU
por  Salus Loch/Assessoria AMAU
03/01/2022 16:51 – atualizado há 38 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

O presidente da AMAU, Paulo Polis, e os vice-presidentes da entidade, Neninho Florek (Centenário) e Beto Bordin (Jacutinga), preocupados com a situação de estiagem na região, realizaram reunião virtual nesta segunda-feira, 3, com o presidente da Famurs e prefeito de São Borja, Eduardo Bonotto, para discutir alternativas capazes de minimizar os estragos da seca.

Durante a conversa, Polis informou que mais de 50% dos municípios da AMAU já decretaram situação de emergência (número que deve subir nos próximos dias), e aguardam a homologação da Defesa Civil Estadual. O presidente também apresentou algumas das ações que estão sendo desenvolvidas pelas prefeituras do Alto Uruguai, e antecipou que a assessoria da AMAU está realizando levantamento a fim de estimar, detalhadamente, as perdas em cada município, bem como a situação de abastecimento nas propriedades. “A seca é hoje uma de nossas principais preocupações”, resumiu Polis.

O estudo da AMAU – que será apresentado em reunião da Famurs no dia 10 de janeiro e também encaminhado ao governo do Estado, num pleito coletivo – vai ouvir o que cada executivo entende que é necessário fazer para viabilizar soluções de curto, médio e longo prazo para o problema da estiagem – situação recorrente na região.

Pauta extensa

O presidente Bonotto explicou que a reunião da Famurs, na próxima semana, tratará de temas como zoneamento agrícola, dívidas da agricultura, liberação de recursos, linhas de créditos e detalhes do Avançar na Agricultura. Todos os 497 prefeitos (as) do Rio Grande do Sul foram convocados – sendo que a AMAU estará presente. A orientação da Famurs é que os presidentes das Associações Regionais e as entidades participem de forma presencial e os demais prefeitos de forma virtual.

Participam da mobilização: Prefeitos(as), Secretaria da Agricultura do RS, Ministério da Agricultura, Superintendência da Agricultura, Emater, Defesa Civil, AL/Comissão de Agricultura, Fetag, Federasul, Farsul, Fecoagro, Consema/Famurs (representante dos secretários de agricultura), Associação de Produtores.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...