Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Divulgação
Cidade
Prefeitura de Erechim acompanha a questão da estiagem no município
A estimativa é que no ano de 2021 foram 440 milímetros de déficit hídrico, comparado com as médias dos últimos anos.
Ascom Prefeitura de Erechim
por  Ascom Prefeitura de Erechim
04/01/2022 15:42 – atualizado há 2 meses
Continua depois da publicidadePublicidade

A Prefeitura de Erechim, através da Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Segurança Alimentar e da Defesa Civil está atenta a questão da estiagem no município. Segundo o escritório municipal da Emater/RS-Ascar, no mês de novembro choveu 86 milímetros e em dezembro foram 25 milímetros. A estimativa é que no ano de 2021 foram 440 milímetros de déficit hídrico, comparado com as médias dos últimos anos.

Além disso, a barragem da Companhia Riograndense de Saneamento (CORSAN), que abastece o município chegou a 20 centímetros abaixo do nível, conforme informado pela Agência Reguladora dos Serviços Públicos Municipais de Erechim (AGER). Além dos rios Caleli, Campos, Leãozinho e Ligeirinho, a transposição do Rio Cravo tem sido acionada em média, de 18 a 20 dias por mês, bombeando água para barragem.

Os impactos da estiagem já são sentidos principalmente no campo. A Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Segurança Alimentar juntamente com a Emater/RS-Ascar, aponta em dados prévios que a produção agrícola já está impactada pela falta de chuva. Estima-se prejuízos de 60% na produção de milho, 10% a 20% na produção de soja e 20% na produção leiteira. 

A Defesa Civil tem trabalhado com três caminhões pipa para atender a demanda de levar água para consumo humano e animal de 25 famílias de produtores rurais. Ainda nesta semana, serão concluídos os números e o município vai Decretar Situação de Emergência.

O secretário de Agricultura, Abastecimento e Segurança Alimentar, William Racoski explica que além do levantamento das perdas agrícolas, a Prefeitura de Erechim já se articula para ampliar o atendimento às famílias com entrega de água de for necessário. 

“Nós estamos atentos a tudo que vem acontecendo e se necessário for, vamos estar prontos para atender os produtores rurais. Torcemos para que tenhamos chuva em volume considerável para amenizar as perdas”, pontua.

A Defesa Civil de Erechim também alerta à toda população para evitar os gastos excessivos de água, principalmente para atividades como lavar veículos e calçadas.

O prefeito em exercício, Flávio Tirello, destacou que a Prefeitura de Erechim está se organizando para ter uma estrutura capaz de atacar a questão da seca.

“Nosso objetivo agora é estar organizado para que a população não fique desassistida. Pedimos que nesse momento todos sejam nossos parceiros e evitem gastos desnecessários de água”, finaliza.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...