Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cidade
Estiagem: 200 cidades gaúchas estão em situação de emergência
Defesa Civil recebeu mais 25 pedidos de socorro de ontem para hoje
Rádio Guaiba
por  Rádio Guaiba
11/01/2022 21:30 – atualizado há 3 dias
Continua depois da publicidadePublicidade

Mais 25 decretos de emergência foram registrados pela Defesa Civil estadual em razão da falta de chuvas no Rio Grande do Sul. Com isso, o número de cidades nessa situação subiu para 200, nesta terça-feira. As documentações mais recentes chegaram das prefeituras de Cândido Godoi, Giruá, Gramado dos Loureiros, Guarani das Missões, Mariano Moro, Mato Queimado, Paraíso do Sul, Porto Xavier, São Francisco de Assis, São Luiz Gonzaga e Viadutos.

Foto: Cotrijal / CP Memória

A lista de decretos ainda deve aumentar. Outras 26 cidades emitiram relatórios preliminares de danos em função da estiagem. Mais cedo, as prefeituras de Bento Gonçalves, Farroupilha, Cachoeira do Sul e Protásio Alves também informaram que devem decretar emergência.

Até o momento, o governo estadual homologou 52 pedidos de socorro, enquanto 23 cidades tiveram a documentação reconhecida pelo governo federal.

Ministra visita RS nesta quarta

A partir desta quarta-feira, a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina visita propriedades afetadas pela estiagem nos estados do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina, do Paraná e do Mato Grosso do Sul. Acompanhada de autoridades federais, a ministra começa o roteiro pela região de Santo Ângelo (RS), pela manhã, viajando à tarde para Chapecó (SC). Na quinta, ela vistoria propriedades em Cascavel (PR) e Ponta Porã (MS).

No encontro que terão com a ministra entidades representativas da agropecuária do Rio Grande do Sul, da Secretaria da Agricultura e da Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul entregarão uma pauta conjunta de reivindicações ao governo federal para socorro dos produtores rurais prejudicados pela estiagem.

A chegada da ministra está prevista para às 9h, no aeroporto regional de Santo Ângelo. Tereza Cristina vai visitar propriedades que sofreram prejuízos em razão da estiagem e depois se reúne com as lideranças na sede da Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI).

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...