Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Cidade
Festa Di Bacco 2022, a festa da uva de Erechim, inicia na próxima semana
Serão dois finais de semana com atividades no Santuário Nossa Senhora de Fátima
Ascom Prefeitura de Erechim
por  Ascom Prefeitura de Erechim
13/01/2022 16:33 – atualizado há 4 dias
Continua depois da publicidadePublicidade

Começa na próxima semana, a Festa Di Bacco 2022: a festa da uva de Erechim. O período tem início com a colheita da safra da uva, que será marcada por uma solenidade simbólica na quarta-feira (19), às 19 horas na propriedade ‘La Cantina Slongo’, destinada a produtores e convidados.

Já a Festa Di Bacco com comercialização de uva, vinho, produtos coloniais, artesanato, flores e atividades culturais iniciam no sábado (22). Serão dois finais de semana com atividades no Santuário Nossa Senhora de Fátima. Nessas atividades serão observados protocolos contra Covid-19 como uso de máscara e álcool em gel. A expectativa é que 21 produtores rurais e agroindústrias comercializem seus produtos. A organização não estimou a quantia de uva que deve ser vendida.

Festa Di Bacco 2022

Santuário N. Sra. de Fátima

  • Sábado (22/01) – 13h30 às 18h
  • Domingo (23/01) – 09h às 18h
  • Sábado (29/01) – 13h30 às 18h
  • Domingo (30/01) – 09h às 18h

A Festa Di Bacco é uma realização da Prefeitura de Erechim, através da Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento e Segurança Alimentar, da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo e da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, juntamente com a Emater/RS-Ascar, SUTRAF-AU, Feira do Produtor, Comissão da Uva e grupos italianos Avanti, Gillé, Stella Alpina.

Segundo o Escritório Municipal da Emater/RS - Ascar, no ano passado, foram colhidas 1100 toneladas de uva em 45 propriedades que cultivam parreirais. Neste ano, devido à estiagem, se estima que a produção tenha perdas de 10 a 20 por cento, mas sem afetar na qualidade do sabor da fruta.

O secretário de Agricultura, Abastecimento e Segurança Alimentar, William Racoski destacou a importância de valorizar esse período, em especial para a cultura italiana do município. “No ano passado, ainda tivemos uma comercialização mais tímida. Nesse ano, com a colaboração de todas entidades envolvidas, faremos uma Festa Di Bacco ainda mais característica, valorizando essa cultura dos imigrantes italianos e estimulando os produtores e agroindústrias”, explica.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
você pode gostar...