Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Divulgação
Cidade
Vereador Anacleto Zanella pede ao Executivo que recuse reajuste na passagem do transporte coletivo
Aprovada moção do vereador em apoio a projeto do Senado que subsidia o transporte público
Giuliano Olivar/Assessoria
por  Giuliano Olivar/Assessoria
22/02/2022 15:44 – atualizado há 17 dias
Continua depois da publicidadePublicidade

Na primeira sessão ordinária de 2022, realizada na segunda-feira (21), o vereador Anacleto Zanella (PT) utilizou um de seus pedidos de providências para solicitar ao Poder Executivo que tome as providências necessárias para impedir o reajuste de 31% no valor das passagens do transporte coletivo urbano. O aumento foi solicitado pela Empresa de Transportes Gaurama, responsável pelo serviço, na última semana, e o parlamentar considera a proposta desproporcional: “a maioria da população não possui condições financeiras para arcar com esse significativo aumento”.

Anacleto reforça, ainda, que o município, no decorrer do último ano, repassou recursos para equilibrar os custos e desequilíbrios financeiros decorrentes dos efeitos da pandemia de covid-19, entre outros motivos. Diante de um cenário de crise no transporte coletivo não só em Erechim, mas em todo o país, o vereador acredita que soluções urgentes precisam ser buscadas e algumas responsabilidades, divididas. “Chegou a hora dos municípios realizarem uma grande mobilização nacional para que o Governo Federal assuma sua responsabilidade na garantia desse direito básico da população, e para que a tarifa caiba no bolso do povo”, afirma.

Após ser lido no plenário da Câmara, o pedido de providências foi encaminhado ao setor competente da Prefeitura.

Aprovada moção do vereador em apoio a projeto do Senado que subsidia o transporte público

Na última segunda-feira (21), durante a realização da primeira sessão ordinária de 2022, os representantes do Poder Legislativo erechinense aprovaram a moção de autoria do vereador Anacleto Zanella (PT), em apoio ao projeto de lei que institui o Programa Nacional de Assistência à Mobilidade dos Idosos em Áreas Urbanas (PNAMI). 

A iniciativa tem por finalidade subsidiar o direito à gratuidade em transportes coletivos urbanos para maiores de 65 anos, além de garantir tarifa baixa e acessível a usuários do serviço nos municípios brasileiros. A moção foi encaminhada ao Senado Federal, à Presidência da República e à Câmara dos Deputados, onde atualmente tramita.

Conforme detalha Anacleto, problemas no transporte coletivo têm sido cada vez mais recorrentes, e é perceptível que o setor atravessa uma crise sem precedentes – inclusive em Erechim. Para o parlamentar, são muitos os fatores que contribuíram para este cenário.

“A ampliação de aquisição de automóveis e motocicletas pela população, a utilização de aplicativos, a pandemia de covid-19, entre outros fatores, proporcionaram essa crise. Além disso, o custo do combustível aumentou muito acima da inflação nos últimos dois anos”, explica o parlamentar, reforçando a importância da necessidade de um aporte de recursos federais a fim de subsidiar os valores atualmente praticados nas passagens. “A responsabilidade não pode ser apenas dos municípios”, completa.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE