Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Lucas Uebel | Grêmio FBPA
Esporte
Na Arena Grêmio vence o líder Ypiranga
Triunfo garante segundo lugar e vantagem para decidir semifinal contra o rival Inter na Arena.
Rádio Guaíba
por  Rádio Guaíba
12/03/2022 18:55 – atualizado há 3 meses
Continua depois da publicidadePublicidade

O Grêmio precisava dar uma resposta ao seu torcedor após a má atuação no Gre-Nal da quarta-feira. E conseguiu. Jogando na Arena na tarde deste sábado, venceu o líder do Gauchão, o Ypiranga de Erechim, pelo placar de 2 a 0, com atuação sólida. Com o resultado, o Tricolor termina a primeira fase na segunda colocação da fase de grupos da competição.

No primeiro tempo, Campaz cobrou escanteio e marcou um belo gol olímpico na Arena. Na etapa final, Bitello arriscou de fora da área e definiu a vitória do Tricolor.

Agora, o Grêmio enfrenta o rival Inter na semifinal, com a chance de mais dois Gre-Nais no ano. O primeiro jogo acontece no Beira-Rio, e a decisão fica para a Arena.

Primeiro tempo tem gol olímpico de Campaz

Após a derrota no Gre-Nal, Roger Machado promoveu algumas alterações na equipe. O contestado Thiago Santos foi para o banco, dando lugar a Bitello. Na frente, Gabriel Silva apareceu entre os titulares, com a saída de Rildo. Nas laterais, mais trocas. Rodrigues foi improvisado na direita, e Diogo Barbosa entrou no lugar de Nícolas, que apresentou sintomas gripais.

O jogo foi morno nos primeiros 20 minutos de jogo, sem nenhuma grande finalização de perigo de parte a parte. O confronto truncado no meio também ajudou a manter o cenário. O Grêmio trocou muitos passes na defesa, enquanto o Ypiranga até chegava mais perigosamente à frente explorando as costas dos laterais do Tricolor, mas sem conseguir criar oportunidades claras para marcar.

A situação só mudou aos 26 minutos da primeira etapa. Porque a primeira finalização do Grêmio saiu de uma triangulação pela direita. Rodrigues acionou Janderson, que escorou para Campaz finalizar rasteiro, obrigando o goleiro a espalmar para escanteio. Na cobrança pelo lado direito, o mesmo Campaz percebeu Edson adiantado e mal posicionado. Mandou direto no gol e anotou um golaço olímpico, abrindo o placar na Arena.

O meia Campaz foi o jogador mais participativo do Grêmio, fazendo bom primeiro tempo. Tentou também em cobrança de falta e, aos 29, por muito pouco não ampliou o marcador. Ele recebeu na intermediária e finalizou forte, de fora da área. A bola bateu com força no travessão e por detalhe não foi o segundo dele e do Tricolor.

O líder Ypiranga sentiu o gol. Não conseguiu criar grandes jogadas, e se limitava a descidas pelo lado esquerdo de ataque. Quando a jogada não era neutralizada, os cruzamentos ficavam na mão do goleiro Brenno. Assim, o confronto foi ao intervalo com vitória parcial do Grêmio por 1 a 0.

Grêmio amplia, busca liderança, mas não consegue

Para a segunda etapa, o Ypiranga voltou com uma alteração por lesão. Gedeílson deixou o campo sentindo a coxa direita e, no lugar dele, entrou Guilherme Amorim. A postura dos visitantes, atrás no placar, foi de ocupar um pouco mais o campo do Tricolor. Rodou a bola no ataque, mas ainda sem muita objetividade e sem muita criação.

Aos 18 minutos da etapa final, o Tricolor ampliou após boa jogada. A bola passou de pé em pé ate chegar em Bitello. O volante avançou na intermediária, com ela dominada, e encontrou espaço para finalização. Ele bateu de fora da área, e ela foi no canto direito do goleiro Edson, que até tocou nela, mas não evitou o 2 a 0 no placar.

A partir daí, o Grêmio passou a buscar o terceiro gol, que lhe daria a liderança da primeira fase do Gauchão e tiraria o Inter do caminho na semifinal, evitando o Gre-Nal e garantindo enfrentamento com o quarto colocado, teoricamente mais fácil do que o rival. A situação ficou mais plausível quando, aos 33, Jefferson foi expulso e deixou o Tricolor com um a mais.

O Grêmio até ensaiou uma pressão no fim. Com um a mais, foi ao ataque. Teve chance na bola parada, em cruzamento e em finalizações de fora da área. No entanto, não foi suficiente para fazer o terceiro e evitar o clássico Gre-Nal da semifinal. O 2 a 0, no entanto, garantiu vantagem de decidir o mata-mata na Arena, a partir da próxima semana.

Campeonato Gaúcho – 11ª rodada

Grêmio 2

Brenno; Rodrigues, Geromel, Bruno Alves e Diogo Barbosa; Bitello (Lucas Silva), Villasanti, Campaz (Vini Paulista), Janderson (Rildo) e Gabriel Silva (Benitez); Elias. Técnico: Roger Machado

Ypiranga 0

Edson; Gedeílson (Guilherme Amorim), Carlos Alexandre, Bispo e Diego Porfirio (Marcão); Lorran (Jefferson), Erick, Robson, Jonh Lennon (Windson) e Matheus Santos (Marcelinho); Hugo Almeida. Técnico: Luizinho Vieira

  • Gols: Campaz (26/1T) e Bitello (18/2T)
  • Cartões amarelos: Villasanti (Grêmio); Lorran (Ypiranga)
  • Cartões vermelhos: Jefferson (Ypiranga)
  • Arbitragem: Erico Andrade de Carvalho
  • Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
  • Data e hora: 12/03, às 16h30min
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE