Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Mundo
Avião com 132 pessoas a bordo cai no sul da China
Ainda não há informações sobre vítimas.
G1
por  G1
21/03/2022 08:43 – atualizado há 2 meses
Continua depois da publicidadePublicidade

Um avião do modelo Boeing 737-800 da China Eastern Airlines caiu nesta segunda-feira (21) no sul da China, segundo a agência de aviação civil do país. A aeronave transportava 132 pessoas de Kunming para Guangzhou. Ainda não há informação sobre o número de vítimas e sobreviventes.

A queda aconteceu em Guangxi, região montanhosa no sul da China, e provocou um incêndio nas montanhas, segundo a TV estatal chinesa. A agência de aviação civil da China confirmou o episódio e informou que o voo fazia a rota entre as cidades de Kunming e Guangzhou.

Imagens de destroços do avião divulgados pela tv estatal chinesa — Foto: CGTN

A aeronave, um Boeing 737-800, tem bom histórico de segurança de voo. A Boeing informou que está coletando mais informações com autoridades locais para iniciar uma investigação sobre o caso.

A TV estatal chinesa informou que a operação de resgate está a caminho do local (veja vídeo no início da reportagem). A emissora havia divulgado inicialmente que o avião transportava 133 pessoas, mas depois corrigiu para 132. Desse total, nove fazem parte da tripulação da aeronave. A queda aconteceu por volta das 14h30 no horário local.

A China Eastern Airlines colocou seu site em preto e branco, como costuma fazer quando há acidentes envolvendo seus aviões.

Site da China Eastern Airlines em preto e branco, com a companhia faz quando há acidentes envolvendo seus aviões. — Foto: Reprodução/ site da companhia

Boeing 737-800

A aeronave, um Boeing 737-800, tinha seis anos, de acordo com o site Flight Radar, que monitora voos em todo o mundo. Ainda segundo o site, o avião perdeu contato com as torres quando sobrevoava a cidade de Wuzhou, no sul do país.

No momento, o voo estava a uma altitude de 29.100 pés. Apenas 15 segundos mais tarde, a altitude registrada pelo Flight Radar caiu para 9.075 pés e, 20 segundos depois, para 3.225 pés.

Boeign 737-800 da China Eastern Airlines no aeroporto internacional de Wuhan, em fevereiro de 2021 — Foto: Hector Retamal / AFP

A aviação civil da China é considerada uma das mais seguras do mundo, e o último acidente no país ocorreu em 2010, quando 44 pessoas morreram na queda de um Embraer E-190, da Henan Airlines, quando o voo se aproximava do aeroporto de Yichun.

As ações da Boeing caíram 8% nesta segunda-feira (21) após a notícia.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE