Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Pixabay
Saúde
Anvisa: lavar as mãos evita propagar doenças e infecções hospitalares
Alerta é feito em razão do Dia Mundial de Higiene das Mãos, comemorado nesta quinta, dia 5
Agencia Brasil
por  Agencia Brasil
05/05/2022 21:35 – atualizado há 4 dias
Continua depois da publicidadePublicidade

O hábito de lavar as mãos com frequência pode evitar a propagação de doenças entre a população e de infeções hospitalares que podem comprometer a qualidade dos serviços de saúde. O alerta é da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em razão do Dia Mundial de Higiene das Mãos, lembrado na quinta (5).

As recomendações visam a prevenir as chamadas infecções relacionadas à assistência à saúde (IRAS) e a covid-19, além de evitar a propagação da resistência microbiana a medicamentos. A proposta é engajar todos os trabalhadores que atuam na saúde, desde gestores, integrantes de comissões de controle de infecções e profissionais que prestam assistência aos pacientes.

As orientações listadas pela agência são as seguintes:

- Se você é quem toma as decisões políticas, priorize recursos, capacitações e programas sobre higiene das mãos e reforce a importância dessa prática de segurança na atenção à saúde.

- Se você é gestor, disponibilize insumos de boa qualidade nos pontos de assistência ou tratamento, permitindo o cumprimento da prática de higienização das mãos pelos profissionais.

- Se você atua na Comissão de Prevenção e Controle de Infecção, estimule a higiene das mãos com preparação alcoólica, pois é o método preferido para essa prática por profissionais que atuam em serviços de saúde.

- Se você é profissional dos Núcleos de Segurança do Paciente/Qualidade, trabalhe em conjunto com a Comissão de Prevenção e Controle de Infecção e apoie a campanha local de estímulo à higiene das mãos.

- Se você é profissional da assistência, higienize as mãos antes de tocar o paciente, antes da realização de procedimentos limpos/assépticos, após o risco de exposição a fluidos corporais, após tocar o paciente e após o contato com objetos e áreas próximas ao paciente.

- Se você é usuário do serviço de saúde, ou seja, paciente, familiar ou acompanhante, ajude a prevenir danos em serviços de saúde no país. Higienize as mãos e verifique se os profissionais cumprem a higiene das mãos nos momentos necessários.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE