Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Segurança
Maior fornecedor de drogas do Rio Grande do Sul é preso em Porto Alegre
Criminoso conhecido como Playboy, de 41 anos, foi capturado no final da tarde dessa terça-feira em um apartamento de alto padrão.
Correio do Povo
por  Correio do Povo
11/05/2022 14:31 – atualizado há 22 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

O Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc) da Polícia Civil anunciou nesta quarta-feira a prisão de um dos mais importantes fornecedores de drogas no Rio Grande do Sul. Trata-se do criminoso conhecido como Playboy, de 41 anos, que foi capturado no final da tarde dessa terça-feira em um apartamento de alto padrão, localizado na avenida João Wallig, no bairro Passo D’Areia, em Porto Alegre. A informação foi publicada pelo Correio do Povo.

Houve apreensão de uma caminhonete, celulares e cartões de crédito | Foto: PC / Divulgação / CP

Os agentes estavam munidos de um mandado judicial de busca e apreensão no local. Houve o recolhimento de dois telefones celulares, anotações, diversos cartões de crédito, dinheiro em espécie e uma caminhonete Volkswagen Amarok. O foragido foi encaminhado para a Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (Pasc).

Segundo o delegado Alencar Carraro, o traficante abastecia algumas das principais facções criminosas, sobretudo com maconha vinda do Paraguai, em Porto Alegre, Região Metropolitana e Vale do Rio dos Sinos. Ele enfatizou que Playboy é “considerado uma grande liderança do narcotráfico gaúcho”.

“Trata-se de mais uma ação especializada perpetrada pela Polícia Civil com vistas no desmembramento de grandes lideranças no tráfico de drogas com o escopo de efetivar a desestruturação dessas organizações criminosas dominantes no Estado”, frisou.

Playboy já tinha sido preso em novembro de 2018 na operação All In, desencadeada pelo Denarc no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul. Ele foi localizado na praia do Rosa, em Imbituba, no Litoral Sul de SC, onde estava inclusive construindo inclusive uma pousada. Na época foi chamado de líder do Cartel de Garopaba. Solto depois, Playbou escapou de ser preso novamente na operação Cabeças, deflagrada pelo Denarc em março deste ano.

O criminoso estava sendo monitorado pelos agentes do Denarc. No final do ano passado, os policiais civis descobriram que Playboy estaria residindo em uma casa de luxo na cidade do Rio de Janeiro, “ostentando condição econômica invejável, promovendo festas e churrascos”.

Foto: PC/Divulgação /CP

O suspeito possui inúmeros antecedentes e tem condenação pela prática de tráfico de drogas, associação para o tráfico, posse irregular de arma de fogo e munições de uso restrito, associação criminosa e corrupção de menores. Na ficha criminal dele constam ainda crimes com violência ou grave ameaça, como homicídio qualificado.

“Playboy utilizava-se de sua renda ilícita do tráfico de drogas para estruturar estabelecimentos comerciais, como a pousada na cidade de Imbituba, com o objetivo de maquiar sua renda e bens proveitos do tráfico”, observou o delegado Alencar Carraro.

“A ação perpetrada demonstra novamente o compromisso da Polícia Civil na responsabilização de grandes lideranças criminosas, como o escopo de trazer mais segurança a população”, concluiu.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE