Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Segurança
Após três meses em alta, RS volta a reduzir feminicídios em abril
Das nove vítimas em abril, apenas uma contava com medida protetiva de urgência vigente.
Ascom SSP
por  Ascom SSP
12/05/2022 09:04 – atualizado há 57 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

Crime contra a vida que insistia a contrariar a tendência geral de retração da criminalidade no Rio Grande do Sul, os feminicídios voltaram a cair em abril, após três meses em alta. Houve nove vítimas de assassinatos por motivo de gênero no Estado, cinco a menos que as 14 de abril do ano passado, o que representa baixa de 35,7%. Embora significativa, a diminuição ainda não foi suficiente para reverter o cenário no acumulado desde janeiro, que ainda contabiliza duas vítimas a mais que no mesmo período de 2021, passando de 34 para 36.

Entre as vítimas, persiste o perfil identificado pelo Mapa dos Feminicídios 2021 da Polícia Civil, que analisou todos os casos ocorridos no ano passado – a maioria das mulheres não tinha registro de ocorrência anterior contra os agressores. Das nove vítimas em abril, apenas uma contava com medida protetiva de urgência vigente.

O cenário evidencia, mais uma vez, a urgência de conscientização entre a população gaúcha quanto à necessidade de levar à polícia todo e qualquer caso de abuso contra as mulheres tão logo se tenha conhecimento do fato e seja qual for a gravidade aparente. A denúncia, com anonimato 100% assegurado pelas autoridades, é o primeiro passo. Além do 190 da BM para situações de urgência, a SSP mantém o Disque-Denúncia 181 e o Denúncia Digital 181 (ssp.rs.gov.br/denuncia-digital) e a PC disponibiliza o WhatsApp 51 98444-0606 para a comunicação de qualquer suspeita de abuso.

Entre os outros quatro indicadores de violência contra a mulher monitorados pela SSP, a maioria fechou em queda. Em abril, o destaque foi a diminuição de 12,7% nos registros de ameaça, com 332 casos a menos. As tentativas de feminícidio tiveram dois casos a mais que no mesmo mês de 2021, mas apresentam retração de 22,4% no acumulado de janeiro a abril, passando de 98 ocorrências no ano passado para 76 neste ano.

Esses e outros dados estão no indicadores de abril divulgados nesta quinta-feira (12/5) pela Secretaria da Segurança Pública (SSP).

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE