Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Marcelo Casal Jr/Agência Brasil
Economia
Número de vagas de trabalho disponibilizadas nas agências FGTAS/Sine cresce 95,6% no ano, até abril
As agências FGTAS/Sine dispõem de mais de 6,9 mil vagas abertas no RS.
Ascom FGTAS
por  Ascom FGTAS
10/06/2022 21:20 – atualizado há 14 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

O número de vagas ofertadas nas agências FGTAS/Sine de janeiro a abril de 2022 cresceu 95,6% em comparação ao mesmo período de 2021. O dado foi divulgado em live apresentada pelo secretário de Trabalho, Emprego e Renda, Hamilton Sossmeier, e pelo diretor-presidente da Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTAS), Rogério Grade, nesta sexta-feira (10/6) por meio da página da FGTAS no Facebook. Segundo Grade, as agências FGTAS/Sine dispõem, hoje, de mais de 6,9 mil vagas abertas no RS.

A intermediação de mão de obra é um serviço gratuito prestado nas agências, tanto para os empregadores quanto para os trabalhadores.

Acumulado do ano

De janeiro a abril de 2022, as agências FGTAS/Sine ofertaram 41.943 vagas de trabalho no RS, enquanto no mesmo período de 2021 foram disponibilizadas 21.441 oportunidades. As unidades que apresentaram as maiores quantidades de vagas foram:

• Porto Alegre Centro (4.716)
• Caxias do Sul (2.395)
• Triunfo - Polo Petroquímico (1.528)
• Canoas (1.366)
• São Leopoldo (1.348)
• Venâncio Aires (1.186)
• Novo Hamburgo (1.164)
• Erechim (1.097)
• Santa Rosa (856)
• Campo Bom (817)

Somente no mês de abril, as agências FGTAS/Sine ofereceram 8.119 vagas de emprego no RS. Com relação ao setor econômico, 37,6% das oportunidades pertenciam a serviços; 23,5%, ao comércio; 23,2%, à indústria; 12,7%, à construção e 2,8%, à agropecuária. As ocupações com os maiores números de vagas eram alimentador de linha de produção (717), eletricista de manutenção eletroeletrônica (360), faxineiro (349), vendedor de comércio varejista (286) e operador de telemarketing receptivo (272). Em relação à escolaridade, 30,6% exigiam Ensino Médio completo e 19,8%, Fundamental completo. E 19,2% não exigiam escolaridade e 63,3% também não exigiam experiência. A remuneração de 44,1% das oportunidades variava de 1,5 a 2 salários mínimos e 21,5%, de 2 a 3 salários mínimos.

Caged no acumulado até abril

Também foram apresentados os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Em todo o Estado, foram registrados 451.586 desligamentos e 513.953 admissões, totalizando saldo de 62.367 postos de trabalho de janeiro a abril. Apenas em abril, foram registrados 107.430 desligamentos e 116.369 admissões, totalizando saldo de 8.939 postos de trabalho no RS. Somente a agropecuária contabilizou saldo negativo (-1.810) no período. Os demais setores econômicos tiveram saldo positivo: serviços (5.143), construção (1.923), indústria (1.921) e comércio (1.762).


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE