Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Divulgação
Cidade
Acadêmicos de Enfermagem da URI ministram treinamento no Hospital Santa Terezinha
Participaram do treinamento 90 profissionais, entre técnicos de enfermagem e enfermeiros dos diferentes setores e turnos de trabalho.
Secom URI
por  Secom URI
20/06/2022 14:23 – atualizado há 40 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

Acadêmicos do 9º semestre do Curso de Enfermagem da URI, ministraram, nos dias 07 e 08 de junho, um treinamento sobre o atendimento de enfermagem no suporte avançado de vida ao recém-nascido, para profissionais da Enfermagem na Fundação Hospitalar Santa Terezinha de Erechim.

O treinamento foi coordenado pelas professoras da disciplina de Estágio Supervisionado IE, Neiva de Oliveira Prestes, Luana Ferrão e Eliana Buss, e pela Enfermeira Marlei Anhaia, coordenadora dos setores de Maternidade e Centro Obstétrico da instituição hospitalar. Participaram do treinamento 90 profissionais, entre técnicos de enfermagem e enfermeiros dos diferentes setores e turnos de trabalho.

No mundo, estima-se que 2,5 milhões de recém-nascidos morrem a cada ano. A asfixia perinatal contribui com 30 a 35% das mortes neonatais, o que representa, em nível global, ao redor de 1 milhão de óbitos por ano, segundo publicação da Sociedade Brasileira de Pediatria deste ano.

Durante o treinamento foram utilizadas como ferramentas didáticas um vídeo elaborado pelos discentes e a simulação realística. Para essa, foi elaborada uma situação hipotética do atendimento a um recém-nascido que necessitava de reanimação após o nascimento, seguindo o protocolo da Sociedade Brasileira de Pediatria.

A iniciativa, segundo os acadêmicos, amplia e solidifica a integração do ensino com o serviço, oportunizando a interlocução com o ambiente de estágio por meio do treinamento.

Para as professoras supervisoras do estágio, essa atividade enfatiza a importância do protagonismo acadêmico, por meio da associação entre a teoria, prática e o raciocínio clínico, nos serviços de saúde, buscando a excelência do cuidado.

A enfermeira Marlei Anhaia enfatiza a necessidade constante de treinamento e reconhece a importância da aproximação entre ensino e serviço, reforçando o vínculo entre a universidade e a instituição hospitalar.

Para os profissionais participantes, a oportunidade foi de troca de conhecimento e satisfação em qualificar o cuidado, propiciando a continuidade da vida aos recém-nascidos.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE