Receba as notícias mais importantes do dia no WhatsApp. Receba de graça as notícias mais importantes do dia no seu WhatsApp.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Educação
Piso Nacional dos professores municipais é realidade em Erechim
Professoras do Sistema Municipal de Ensino de Erechim começaram a receber, a partir deste mês de julho, o reajuste que equipara os salários ao piso nacional
Ascom Prefeitura de Erechim
por  Ascom Prefeitura de Erechim
01/07/2022 16:12 – atualizado há 22 segundos
Continua depois da publicidadePublicidade

Investir no que o município tem de melhor, o capital humano, para transformar a realidade. É isso que a Prefeitura de Erechim vem realizando por meio do programa municipal Investe + Erechim. E uma das áreas prioritárias do maior plano de investimentos da história do município é a educação. E os avanços já são efetivos, a partir de hoje, começou a valer o pagamento do piso nacional dos professores para os profissionais da educação de Erechim. O reajuste varia de R$ 479 a R$ 1109, dependendo do nível em que o professor está, iniciante, intermediário ou final.

O prefeito de Erechim, Paulo Polis, ressaltou que o Sistema Municipal de Ensino tem cerca de 1 mil professores e 8 mil estudantes, e os investimentos são constantes para atender tanto as demandas estruturais, o processo de ensino-aprendizagem e a valorização dos profissionais.

“Este reajuste é mais um estímulo para aprimorar a educação municipal, atrair e reter talentos, manter os bons profissionais e proporcionar, assim, um ensino de qualidade. Hoje, os nossos professores fazem parte dos 10 municípios que mais bem pagam do Rio Grande do Sul”, disse o prefeito.

“Eu gostaria de agradecer e compartilhar minha alegria”

“Sou muito agradecida por fazer parte dos professores de Erechim, mesmo que como professora contratada. Eu gostaria de agradecer e compartilhar minha alegria ao visualizar meu holerite no dia de hoje, me sinto ainda muito mais valorizada. Com certeza, este aumento é muito importante e será muito válido no meu orçamento, e isso me motiva a me doar, ainda mais, pelas minhas crianças, estudantes. E, também, estudar mais para passar neste concurso e ser efetivada, que é meu objetivo para este ano. Agradeço a todos vocês, a todos os envolvidos, muito obrigada”, disse a professora Andreia Fátima Maia Faller da EMEI Copas Verdes.

“O educador do município de Erechim possui grande respaldo da administração municipal”

“A valorização do professor, enquanto profissional da educação, se dá de inúmeras formas, e uma delas é a questão financeira. Além das condições de trabalho e as formações continuadas, o educador, hoje, do município de Erechim possui grande respaldo da administração municipal. E este incentivo veio para aperfeiçoar ainda mais o trabalho docente”, afirma a professora, Márcia Cristiane Garcia Turella, da EMEI Copas Verdes.

“Me senti, acima de tudo, valorizada pelo meu trabalho”

“Gostaria de compartilhar com todos a minha felicidade ao visualizar o meu recibo de pagamento, no dia de hoje (30), me senti, acima de tudo, valorizada pelo nosso trabalho. E, isso, me motiva ainda mais, a sempre dar o melhor de mim para as nossas crianças, principalmente, e no trabalho realizado todos os dias. Muito obrigada”, comenta a professora, Aline Vanessa Petri, da EMEI Copas Verdes.

“O reajuste salarial referente ao Piso Nacional, proporcionou-me uma motivação a mais frente a tantos desafios”

“O reajuste salarial referente ao Piso Nacional, proporcionou-me uma motivação a mais frente a tantos desafios que a educação nos vem colocando, nos últimos anos. Sabemos que todo trabalho, além de se gostar, precisa de valorização. E esse valor real imposto por lei, foi aprovado no momento em que a educação apresenta um dos seus maiores déficits de aprendizagem, em decorrência de todo o contexto que estamos vivenciando. Portanto, esta valorização me faz acreditar que estamos nos encaminhando para uma luta que vem há anos, o reconhecimento, valorização dos professores, mas ainda falta muito para o professor receber o que lhe é digno”, ressalta a professora, Letícia A. Marostica Pilotto, da EMEI Paiol Grande.

“Melhor qualidade de vida”

“O aumento salarial nos proporcionou um maior poder aquisitivo e, com isso, também, potencializou nosso orçamento mensal e conseguimos suprir nossas necessidades, termos uma melhor qualidade de vida”, disse a professora, Liziane de Souza Viégas da EMEI Paiol Grande.

“Representa, de fato, a valorização da classe do magistério”

“Esse aumento real no salário-base dos professores representa, de fato, a valorização da classe do magistério. A valorização de um profissional que busca sua qualificação inicial e continuada para auxiliar no processo educativo dos sujeitos e que é peça fundamental na melhoria da qualidade de vida desses. É um valor significativo que fará a diferença para todos”, destaca a diretora, Franciele Fátima Marques, da EMEF Caras Pintadas.

“Incentivo para melhorar a qualidade da educação em nosso município”

“O pagamento do piso do magistério é muito importante para nós professores, pois é uma das formas de valorizar os profissionais da Educação Básica e, ao mesmo tempo, incentivar para a busca de novos conhecimentos e melhorar a qualidade da educação em nosso município”, comenta a professora, Neiva Maria Buchkoski, da EMEI Dom João Hoffmann.

“A equiparação do piso salarial nos faz sentir reconhecidas e valorizadas dentro desta profissão”

“Ser professor nos dias de hoje não é uma tarefa fácil, mas gratificante, temos em nossas mãos o poder de transformar a sociedade através da educação. Conseguir dar conta de toda a nossa rotina e responsabilidade nos exige um posicionamento e uma entrega, que muitas vezes é esquecido. A equiparação do piso salarial nos faz sentir reconhecidas e valorizadas dentro desta profissão”, destaca a professora, Chaline C. De Quadros do Prado - EMEI Vera Sass.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE