ECONOMIA

  • 01/01/2013 (20:45:00)

Ecônomia

IPI de veículos começa a subir nesta terça e de móveis, em fevereiro

O Ano-Novo começa com a recomposição gradual do Imposto Sobre Produtos Industrializados - IPI para carros de pequeno porte

O Ano-Novo começa com a recomposição gradual do Imposto Sobre Produtos Industrializados - IPI para carros de pequeno porte. A partir de hoje, modelos populares, com motor 1.0, que estavam com alíquota zerada, passam a recolher 2% de imposto. Entre abril e junho, o imposto subirá para 3,5%. A previsão do governo é que a alíquota cheia de 7% seja restabelecida em julho. Carros com motores de 1.0 a 2.0 (flex), que até ontem estavam com alíquota de 5,5%, agora terão imposto de 7% até março. O percentual será reajustado para 9% em abril e pode voltar a 11% em julho. Há cerca de duas semanas, o Ministério da Fazenda anunciou que a retomada seria gradativa para não retirar os estímulos a uma recuperação econômica ainda lenta. Essa é a terceira prorrogação do benefício desde seu anúncio, em 21 de maio. O desconto no IPI para máquinas de lavar permanecerá --está mantida a alíquota de 10%, ante os 20% incidentes regularmente. A desoneração para móveis também foi prorrogada. Em janeiro, móveis e painéis terão IPI zero, passando para 2,5% entre fevereiro e junho. A previsão é que em julho retornem à alíquota cheia de 5%. A renúncia fiscal estimada para 2013 com o desconto do IPI é de R$ 2,063 bilhões no caso dos veículos, R$ 550 milhões na linha branca (máquinas de lavar e tanquinho) e R$ 650 milhões nos móveis.