AGRICULTURA

  • 18/10/2015 (20:54:44)

  • Julio Mocellin

  • Repórter: Fonte: CP

INVASÃO

MST ocupa fazenda em Santana do Livramento

Cerca de 400 famílias ligadas ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocupam desde o final da tarde deste domingo uma área na comunidade Madureira, no município de Santana do Livramento, na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul.

Segundo o MST, a área, que está localizada entre os assentamentos São João do Ibicuí e Dom Camilo, não conta com denominação, tem aproximadamente 500 hectares e é improdutiva, não cumprindo sua função social, conforme determina o artigo 184 da Constituição Federal.

Com a ocupação, as famílias reivindicam que o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) destine a área para fins de reforma agrária. Os integrantes do movimento alegam que a desapropriação da área romperia uma barreira existente no local e que dificulta a rota do transporte escolar e do escoamento da produção leiteira.