ECONOMIA

  • 10/05/2013 (11:02:00)

  • Agência Brasil

IGP-M

Índice que reajusta aluguel cai para 0,03% na primeira prévia do mês

A primeira prévia de maio do Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), usado no reajuste dos contratos de aluguel, registrou uma inflação de 0,03%

A primeira prévia de maio do Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), usado no reajuste dos contratos de aluguel, registrou uma inflação de 0,03%. O resultado aponta para uma queda em relação ao mês de abril, que registrou taxa de 0,42% na primeira prévia. Segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV), em 12 meses, o IGP-M acumula alta de 6,24%.

Os três subíndices que compõem o IGP-M apresentaram decréscimos na primeira prévia de maio. O destaque ficou com os preços no atacado, medidos pelo Índice de Preços ao Produtor Amplo, que tiveram uma queda de 0,17% em maio. Em abril, havia sido registrado um aumento de 0,38% nos preços.

Entre os itens que contribuíram para a deflação (queda de preços) do atacado estão os alimentos in natura (-3,8%), combustíveis e lubrificantes (-0,32%) e matérias-primas como laranjas (-16,06%), aves (-7,93%) e cana-de-açúcar (-2,34%).

O Índice de Preços ao Consumidor caiu de 0,43% em abril para 0,31% em maio. A principal contribuição partiu dos alimentos, cuja taxa de inflação passou de 0,84% para 0,07% no período. Mais cinco classes de despesa tiveram queda na taxa: transportes, habitação, comunicação, despesas diversas e educação.

O Índice Nacional de Custo da Construção teve a queda mais moderada entre os três subíndices, ao passar de uma taxa de 0,67% em abril para 0,66% em maio