POLÍTICA

  • 05/01/2013 (00:23:00)

  • Da Redação

Falso sequestro

Vereadora poderá ser expulsa do PT

A vereadora Ana Maria Branco de Holleben (PT) de Ponta Grossa (PR), acusada de forjar o próprio sequestro, pode ser expulsa do partido, caso não peça afastamento

A vereadora Ana Maria Branco de Holleben (PT) de Ponta Grossa (PR), acusada de forjar o próprio sequestro, pode ser expulsa do partido, caso não peça afastamento. Ela teria armado a farsa para ganhar tempo e não participar da votação da mesa diretora da Câmara de Ponta Grossa.  Ana Maria será ouvida pelo Conselho de Ética do PT em Ponta Grossa na próxima semana. Uma reunião extraordinária na Câmara de Vereadores também irá definir a posição do legislativo com relação ao caso. 

Nesta sexta-feira (4), a Justiça decretou a prisão preventiva de Ana Maria. Agora ela foi levada para outra sala especial, localizada no Quartel do Corpo de Bombeiros. Contando com a possibilidade de novos nomes surgirem acusados de envolvimento na farsa, o Partido dos Trabalhadores em Ponta Grossa divulgou uma nota pedindo paciência a sociedade. "O PT pede a compreensão
da sociedade e de sua militância até que sejam esclarecidos na sua totalidade 

os fatos que, embora escapem totalmente ao controle e orientação do partido,

maculam profundamente a nossa imagem. Tais fatos, se confirmados, terão uma
 resposta condizente com a sua gravidade".